Papa Francisco grava álbum Prog

Papa Francisco grava álbum Prog

Nero

O Papa Francisco irá lançar um álbum com uns “toques” prog e AOR no próximo dia 27 de Novembro.

Por norma, os Papas são meio melómanos. Só para citar os mais recentes, João Paulo II teve uma colecção de poesia sua interpretada pela lenda do jazz Sarah Vaughn, Bento XVI era um confesso amante de Mozart e daquilo a que, ao falar da música do célebre compositor chamava a “Procura da Beleza”. Já o rock era um dos assuntos menos favoritos de Bento XVI, que considerava o género musical obra… bem… do mafarrico.

Quem não partilha da mesma opinião é o seu sucessor. O Papa Francisco irá lançar um álbum com uns “toques” prog e AOR no próximo dia 27 de Novembro. Pode parecer uma piada e ainda que no site oficial do Vaticano não haja ainda qualquer confirmação, tudo indica que o Sumo Pontífice se irá tornar mesmo no primeiro sucessor de Pedro a ser também frontman de uma banda com bateria, guitarras eléctricas, etc.

O álbum foi produzido e teve a direcção artística de Don Giulio Neroni. Os temas (11 no total) foram escritos por vários músicos e são preenchidos por discursos do Papa Francisco e contam mesmo com algumas partes cantadas pelo próprio. O álbum terá versões nas línguas mais faladas no universo católico: italiano, espanhol, inglês e… português.

"Wake Up!" Tracklist: 01 Annuntio Vobis Gadium Mangum  02 Salve Regina  03 Laudato Sie…  04 Poe Que' Sufren Los Ninos  05 Non Lasciatevi Rubare La Speranza!  06 La Iglesia No Puede Ser Una Ong!  07 Wake Up! Go! Go! Forward!  08 La Fa Es Entera, No Se Licua!  09 Pace! Fratelli!  10 Per La Famiglia  11 Fazei O Que Ele Vos Disser

“Wake Up!” Tracklist:
01 Annuntio Vobis Gadium Mangum
02 Salve Regina
03 Laudato Sie…
04 Poe Que’ Sufren Los Ninos
05 Non Lasciatevi Rubare La Speranza!
06 La Iglesia No Puede Ser Una Ong!
07 Wake Up! Go! Go! Forward!
08 La Fa Es Entera, No Se Licua!
09 Pace! Fratelli!
10 Per La Famiglia
11 Fazei O Que Ele Vos Disser

A Rolling Stone estreou mesmo “Wake Up! Go! Go! Forward”, composta por Tony Pagliuca, um veterano da cena prog italiana. O discurso presente neste tema é retirado da sua visita à Coreia do Sul em 2014.

EGITANA