Passatempo Sabotage ENCERRADO: Temos bilhetes para o concerto de El Señor + Niki Moss + Hause Plants

Passatempo Sabotage ENCERRADO: Temos bilhetes para o concerto de El Señor + Niki Moss + Hause Plants

António Maurício

Vencedores: 1.José António Martins Silvestre, 2. Vera Vaz, 3. Francisco Costa, 4.Gonçalo Pires

Os vencedores receberão um email de confirmação. Agradecemos a todos a participação.

—-

O 6º aniversário da pointlist acontece no próximo dia 11 de Janeiro, no Sabotage Club, em Lisboa.

O 6º aniversário da pointlist realiza-se no Sabotage Club, no próximo dia 11 de Janeiro. A festa incluirá concertos de El Señor, Niki Moss e Hause Plants.

Os El Señor estrearam-se em 2017 com “Alvorada Beat”, um EP expresso mas eficaz de “rock n’ roll despretensioso” e despenteado. Entre o garage, o pop e o surf, percorreram o país e marcaram presença em festivais como Vodafone Mexefest, Party Sleep Repeat, Mucho Flow, Black Bass ou Gliding Barnacles. Após curta pausa para pensar na vida, regressam renovados em 2019 com um line up alterado e preparados para por de lado o som fofinho que os trouxe até às luzes da ribalta. “Suburbs of Joy” é o primeiro longa duração dos El Señor e representa o crescimento da banda ao apresentar um som mais maduro e pensado. A bateria que marca o ritmo hipnotizante é acompanhada de linhas de baixo que se recusam a ficar em segundo plano, de guitarras explosivas e cortantes, e de vozes rebeldes e fortes. É evidente a mudança de rumo desde o primeiro registo, sendo este álbum mais sujo e certo de si mesmo, ao mesmo tempo que a banda consolida o som que tem andado a criar.

Niki Moss é o alter-ego de Miguel Vilhena, músico multi-instrumentista, fundador da editora Pontiaq, vocalista da banda Savanna, e produtor de um punhado de bandas portuguesas (Pista, Ditch Days, Marvel Lima, Flying Cages, George Marvinson, etc). A partir de agora poderemos conhecer também o seu trabalho individual. Niki Moss dá-nos a conhecer a sua colecção de trabalhos compostos,produzidos, gravados e misturados exclusivamente pela sua mão com o seu primeiro álbum, “Gooey”.

Na rotina do quotidiano, sonhar acordado pode impedir-nos de desvanecer. Para Guilherme Correia, que compõe, produz e grava a partir do seu quarto sob o nome de Hause Plants, esses sonhos chegam na forma de canções. Perdidas entre a vida urbana das saídas à noite, em dúvidas existenciais típicas da pós adolescência e em temas como a ansiedade social, as canções de Hause Plants são bedroom pop na sua essência, mas existem para serem ouvidas e tocadas ao vivo, juntando a urgência e a vitalidade do post-punk dos anos 80 com as paisagens etéreas do dream pop e do shoegaze. Em palco, Hause Plants, ou Guilherme Correia (Ditch Days/Huggs) apresenta-se na forma de trio, com Nobita (Drunkyard) no baixo e Jantónio Nunes da Silva (Huggs) na bateria.

A Arte Sonora tem 4 bilhetes simples para oferecer para este concerto. Para te habilitares a ganhar um deles só tens que responder correctamente à seguinte pergunta e seres um dos seleccionados. Passatempo válido até 11h00 de dia 10 de Janeiro de 2020.

COMO SE CHAMA O PRIMEIRO LONGA DURAÇÃO DOS EL SEÑOR?

PARTICIPA!

 

Verificação.