Passatempo Sabotage ENCERRADO: Temos bilhetes para o concerto de Tricycles + Birds Are Indie

Passatempo Sabotage ENCERRADO: Temos bilhetes para o concerto de Tricycles + Birds Are Indie

António Maurício

Vencedores:
1.Rui Rodrigues
2.Inês Santarino
3. Álvaro Graça
4.Vicente Silvestre

——

No dia 23 de Março, os portugueses Tricycles e Birds Are Indie apresentam-se no Sabotage Club, em Lisboa.

Imaginem um triciclo no alto de uma duna, a ver o mar, a sentir o sol quente nas rodas pintalgadas de areia, com uma certa comichão no volante por causa da humidade salgada, e a pensar: “Apetece-me apanhar o próximo barco para Marte e desviá-lo até ao centro do Sol”. É mais ou menos isto que os Tricycles são. Os Tricycles são: o João Taborda (António Olaio & João Taborda), o Afonso Almeida(Cosmic City Blues, Sequoia), o Edgar Gomes (Terb) e o Sérgio Dias. Os Tricycles começaram a ser fabricados quando o Sérgio (bateria) e o Edgar (baixo) se juntaram ao Afonso (guitarra, voz) e ao João(guitarra, teclas, voz), que já andavam a fazer música juntos há algum tempo. Os Tricycles gostam do estúdio, onde brincam como putos irrequietos no parque infantil. O single “All the mornings” é o primeiro exemplo dessas brincadeiras, um jogo de reflexos que poderia dar uma história, um irónico lamento contra o tic tac do relógio. Este single é o tema de avanço para o álbum “Tricycles”, primeiro da banda, gravado e produzido pelo Nelson Carvalho, a sair a 29 de Março de 2019, editado pela Lux Records.

Os Birds Are Indie nasceram em Coimbra, entre Ricardo Jerónimo e Joana Corker, que se apaixonaram há 18 anos e aos quais se juntou Henrique Toscano, um amigo de longa data. Sendo uma banda independente, tem-se afirmado junto do público e da crítica, contando com uma discografia assinalável, em vários formatos, onde se incluem ainda “Love is not enough” (2014) e o mais recente “Let’s pretend the world has stopped” (2016). Já tocaram por todo o país e um pouco por Espanha, mas continuam a ser um projecto absolutamente descomprometido e nada virtuoso, onde o mais importante persiste, ainda: o amor e uma pop íntima e sincera, baseada em canções que umas vezes nascem alegres e outras vezes tristes, consoante ditam os dias.

A Arte Sonora tem 4 bilhetes simples para oferecer para este concerto. Para te habilitares a ganhar um deles só tens que responder correctamente à seguinte pergunta e seres um dos seleccionados. Passatempo válido até 00h de dia 21 de Março 2019.

O SINGLE “CLOSE, BUT NO CIGAR” PERTENCE A QUE ÁLBUM DOS BIRDS ARE INDIE?

PARTICIPA!

 

Verificação.