Pink Floyd, “Pulse” Celebra 25 anos

Pink Floyd, “Pulse” Celebra 25 anos

Redacção

“Pulse”, o álbum gravado ao vivo durante a última digressão dos Pink Floyd, foi originalmente editado a 29 de Maio de 1995.

No dia 29 de Maio de 1995, os Pink Floyd editaram o famoso “Pulse”, as gravações de 1994 realizadas durante a Division Bell Tour. É o álbum que retrata a última digressão da banda.

Um lançamento épico que inclui uma versão integral, ao vivo, de “The Dark Side Of The Moon” e a canção “Astronomy Domine”, de Syd Barrett, que os Pink Floyd não tocavam desde o início dos anos 70. Também a versão do uber single “Another Brick In The Wall, Part II” é algo rara, porque inclui pequenas partes das canções “Another Brick in the Wall, Part I”, “The Happiest Days of Our Lives” e “Another Brick in the Wall, Part III”, todos temas do álbum “The Wall”.

“Take It Back” estava planeada para inclusão no álbum original, através da performance gravada em 25 de Setembro de 1994, no Stade Olympique de la Pontaise, na Suíça, mas acabou por ficar de fora devido aos constrangimentos de duração do disco.

Ao contrário do que foi feito em “Delicate Sound Of Thunder”, o álbum ao vivo dos anos 80, não foram realizados takes de correcção em estúdio, todavia houve bastante edição para depurar a gravação de notas erradas. O álbum foi misturado em “Q Sound”, para simular um efeito 3D mesmo num sistema stereo. Um som enorme, com a elegância antémica da “era Gilmour”, e a imagem perfeita de uma era na indústria que já não volta.

Em baixo, a playlist dos vídeos remasterizados em 2019 e o álbum na sua versão Spotify.

EGITANA