Promotores Pressionam Governo Português Para Regresso dos Festivais

Promotores Pressionam Governo Português Para Regresso dos Festivais

Redacção

Primeiro de vários encontros entre promotores de festivais e Governo será já no dia 13 de Janeiro.

Segundo declarações do presidente da Associação Portuguesa de Festivais de Música (Aporfest) à imprensa, as associações e empresas promotoras de espectáculos vão apresentar ao Governo, no dia 13 de Janeiro, pelas 12h, propostas para o regresso dos festivais e eventos de música. Ricardo Bramão afirmou que esta será a primeira de uma série de reuniões mensais entre os representantes de festivais e espectáculos e a ministra da Cultura Graça Fonseca, e que visará «a preparação para o ano de 2021 de festivais, sobre regras, procedimentos, para perceber a actualidade».

Já o empresário Luís Montez, da promotora Música no Coração, afirma que a Associação de Promotores de Espectáculos, Festivais e Eventos (APEFE) «irá apresentar um conjunto de soluções para tornar possível a retoma dos festivais».

Recorde-se que a pandemia da covid-19 impediu a realização de centenas de espectáculos em Portugal em 2020 e obrigou ao adiamento de festivais e outros eventos para este ano. E, embora haja datas marcadas para vários festivais de verão, como o Rock in Rio Lisboa, o Alive (Oeiras), o Primavera Sound (Porto) e o Sudoeste (Zambujeira do Mar), os promotores querem saber em que condições poderão realizá-los.

«É criar espaços, bolhas, livres de covid-19, que é ‘só entra quem tem vacina ou tem teste negativo’, além de outras medidas: ‘cashless’, copos recicláveis, álcool gel a ser distribuído em mochilas. Há várias ideias como a colaboração com vários laboratórios, no sentido de ‘quem tiver bilhete, vai ao laboratório e faz o teste’», sublinhou Luís Montez.

Todavia, sem querer ser pessimista, esta notícia chega numa altura em que estamos a bater os recordes de casos diários de infecção Covid-19. De Inglaterra já chegaram notícias desanimadoras, com o icónico Glastonbury a antecipar a possibilidade de se poderem manter os bilhetes da edição de 2021 para 2022…

EGITANA