Quarentena Corona: Artistas cantam no digital

Quarentena Corona: Artistas cantam no digital

Bernardo Pereira

Com a propagação do coronavírus (Covid-19), muitos artistas viram os seus concertos a serem cancelados/adiados, a pandemia que já se espalhou a nível mundial obrigou ao isolamento e quarentena de muitos e por esse motivo a cultura procura agora uma solução alternativa para estes dias em casa.

2020 está a ser um ano incerto para muitos sectores, a cultura é um dos mais afectados e devido a isso muitos artistas foram obrigados a experimentar novos modos de auto-expressão. Mesmo que não haja a experiência emblemática de um espectáculo ao vivo, os eventos estão hoje à distância de um clique e para aqueles cujos meios de subsistência dependem destes espectáculos, a alternativa passa agora por fazer live-streaming de todo o tipo de eventos culturais. Concertos, peças de teatro, exposições e outras formas de arte vêm o seu foco agora nas várias plataformas online pay-per-view e streaming, uma oportunidade tanto para os amantes de cultura e para os artistas que procuram mostrar que estar ‘fechado em casa’ também tem as suas vantagens.

Em Berlim, a Philharmonie Berlin decidiu fechar portas até dia 19 de Abril mas a orquestra ainda pode ser vista a qualquer momento. O site disponibilizou uma sala de concertos digitais que convidam o espectador a visitar gratuitamente mais de 600 espectáculos orquestrais num reportório por mais de 10 anos e ainda vídeos bónus dos bastidores, com documentários sobre a história da orquestra, retratos de regentes e membros da orquestra e projectos do programa educacional.

Em Itália, o país mais afectado pelo vírus, na Europa, dá vida à cultura tanto nas canções que se fazem ouvir nas varandas de cada prédio como na permanência dos espectáculos nos teatros mais consagrados. O mundialmente famoso Teatro La Fenice, em Veneza, é por estes dias palco de uma transmissão ao vivo online onde a orquestra comanda o espectáculo e no Twitter a transmissão é partilhada sob a hashtag #iorestoacasa que traduzido significa “estou a ficar em casa”, uma hashtag que serve também de desabafo das condições de quarentena em que cada um vive e mostrando solidariedade para com o quarteto de cordas que vai tocando no teatro. O público interage com a performance e imagina-se dentro do teatro, tentando ultrapassar este momento difícil.

No entanto, e dentro da vasta experiência musical, quem procura saciar a fome de música ao vivo tem um cardápio de opções, tanto a nível internacional como nacional.

A nível internacional, alguns artistas já deram o seu contributo para esta onda de concertos digitais, o rapper alternativo Gnash tocou durante uma transmissão via Instagram Live na passada Sexta-feira, Diplo, artista de música electrónica, também transmitiu por Instagram uma set directamente da sua sala-de-estar. Quanto a concertos futuros, começam em grande com a banda de metalcore da Pensilvânia, Code Orange, que devido ao adiamento do concerto de lançamento do novo álbum “Underneath” (lançado no passado dia 13) decidiu realizar o concerto hoje, dia 15,  por volta das 1:00h em exclusivo na Twitch.

Yungblud, artista britânico, anunciou que devido ao cancelamento de alguns dos seus espectáculos, irá realizar um concerto virtual no dia 16 de Março a partir do seu canal de Youtube. A transmissão irá contar também com interacção dos fãs através de uma sessão de perguntas e respostas.

Por cá as opções também são várias e diversificadas, uma delas é o Festival Periferias, que no seu regresso à vila de Sintra a 27 de Fevereiro viu-se obrigado a fechar as portas ao público mas encontrou uma alternativa para as pessoas poderem assistir aos espectáculos programados, com transmissão gratuita das várias peças de teatro na página do festival, já a partir de hoje.

Quanto a concertos nacionais o catálogo é extenso e começou em grande quando Salvador Sobral anunciou um espectáculo especial online. O vencedor de 2017 do festival da canção viu os seus concertos cancelados e decidiu, em conjunto com o guitarrista André Santos partilhar de forma gratuita e online o projeto musical de ambos, de seu nome “Quinta das Canções”, uma colectânea de novas versões de canções de outros artistas.

Uma das maiores iniciativas é o @FestivalEuFicoEmCasa, que une artistas, editoras e agências, num movimento cultural inédito em Portugal, apoiado pelos meios de comunicação, influencers e toda a comunidade digital. Um evento no Instagram onde perto de uma centena de intérpretes, músicos e autores nacionais irão dar ‘concertos’ individuais, com a duração máxima de 30 minutos a partir das suas próprias casas e desta forma levar a música até todos os que ficaram privados dela com o cancelamento de todos os concertos no País. O Festival diariamente entre as 17h00 e as 23h30, com início no dia 17 de Março, até ao próximo domingo, 22 de Março. Nomes como André Henriques, Samuel Úria, Branko, Filho da Mãe, Chico da Tina, Noiserv, Capicua e muitos outros, vão dar-te música a partir do Instagram. Toda a programação do @FestivalEuFicoEmCasa, aqui.

A destacar, temos ainda David Bruno que no dia 18 de Março promete trazer um concerto através do instagram, o produtor dos Conjunto Corona vai tocar vários temas da sua discografia e Emmy Curl, que devido ao adiamento das primeiras quatro datas da digressão de apresentação do seu mais recente álbum “Øporto”, decidiu também aderir à ‘corrente digital’ e no dia 20 de Março transmite nas redes sociais o concerto que estava previsto ser em Vila Real.

Iguana Garcia editou em Fevereiro o seu segundo álbum, “Vagas”. No seu facebook anunciou que «até a vida retomar a normalidade», irá partilhar no seu SoundCloud, «1 música por dia, todos os dias às 19h».

“Além do que se vê” é a série que Tiago Nacarato já preparava à porta fechada há uns meses e que consiste no convite a jovens compositores, considerados por Tiago os mais talentosos desta nova geração. O primeiro episódio já foi lançado no YouTube e conta com a participação do músico brasileiro Luca Argel, vocalista e compositor dos grupos “Samba Sem Fronteiras”, “Orquestra Bamba Social” e “Ruído Vário”, este último em parceria com a cantora Ana Deus.

Opções não faltam e muito menos razões para ficar em casa e aproveitar todos estes momentos culturais que contribuem para combater a procrastinação, aproveitando de forma gratuita e confortável o que de melhor os nossos artistas favoritos têm para oferecer.

Sugestões musicais online nestes dias de isolamento:

Tiago Nacarato
A partir de 14 de Março | Youtube

Code Orange
15/03 | 1h00 | Twitch

Lika
16/03 | 11h | Youtube

YUNGBLUD
16/03 | 14h | Youtube

Cordel 
16/03 | 21h30 | Facebook

David Bruno
18/3 | Instagram

“Quarentena – festival de artes on-line”. Vários artistas.
20/03 | Facebook

Emmy Curl
20/03 | Facebook

John Black Wolf + Special Guest
27/03 | 21h30 | Facebook

The Legendary Tigerman
Ao longo do mês | Instagram

Iguana Garcia
Todos os dias | 19h | SoundCloud

Dan’s Revival
27 de Março | 22h | Instagram e Facebook