Queer Fest 2021 Já Tem Cartaz Definido

Queer Fest 2021 Já Tem Cartaz Definido

Redacção

A edição de 2021 do Queer Fest já tem o seu programa definido para os dias 8, 9, 10 e 11 de Setembro na Casa Independente (Lisboa) e na SMUP (Parede, Cascais).

Com direcção artística/programação de Rui Eduardo Paes e Maria do Mar e co-produção de Cultura no Muro, Casa Independente e SMUP, a segunda edição do Queer Fest 2021 vai realizar-se nas mesmas circunstâncias que foram as da estreia deste festival em 2020: «distanciamento físico, lotações máximas, impossibilidade de obter apoios financeiros e poucos recursos são, novamente, o contexto, apesar do alívio proporcionado pela vacinação contra a Covid-19».

Explica a organização que, «se no ano passado o significado político do Queer Fest foi enorme, por maior força de razão sê-lo-á ainda mais em 2021: organizar um evento cultural queer não poderia, nas presentes condições, ser um acto mais interventivo, de resistência, de protesto, de activismo».

Por isso, «o Queer Fest insiste, contrariando inclusive a presente moda do cancelamento cultural: quanto mais vemos o tapete a sair-nos de debaixo dos pés, melhor entendemos que é necessário mostrar a todes o quão rica, importante e de grande qualidade é a arte queer em Portugal, nas suas variadas manifestações».

A segunda edição do festival dá então especial atenção à música, à performance, à literatura e às artes plásticas. Sempre com conversas e debate de ideias, «porque sem um pensamento queer partilhado não pode haver acção concertada».

Quanto ao programa, arranca às 18h do dia 8 de Setembro, na Casa Independente, em Lisboa, com o debate “Queer Q? 1: Os Significados”, com Andreia Coutinho, Kali, João Caçador e moderação de Maribel M. Sobreira.

Às 21h terão espaço as leituras, pelo poeta, artista visual e psicólogo André Tecedeiro, a actriz Cláudia Jardim, o biólogo e tradutor João Vilhena, a poeta Raquel Smith-Cave, a diseur Madalena Ávila, Joana Neves, editora do Grupo Bertrand e ainda Rita Natálio, com actividade nas zonas de intersecção da performance, da dança, da declamação poética e da escrita.

A música terá lugar a partir das 23h com Stravaganza Colorata. Maria do Mar (violeta) e David Campelo (flautas de bisel) propõem-se queerizar a música antiga e os seus formalismos concertantes por meio de um uso encenado, performativo e recodificado da imagética do Barroco e do Renascimento.

No dia 9 Setembro, pelas 18h, igualmente na Casa Independente, haverá o debate “Queer Q? 2: As Lutas”, com a participação de Joana Neves, representante do Projeto Educação LGBTI e Carmo G. Pereira, com moderação a cargo de Rui Eduardo Paes.

Pelas 21h, é tempo de dar destaque à performance, com Rafaela Jacinto e Gaya de Medeiros. Uma hora e meia depois, às 22h30, a música de Carincur e, a seguir, de Érika Machado.

No dia 10 Setembro, pelas 21h, uma vez mais na Casa Independente, há música por Frik.são, a lake by the mõõn, Neverknew, bbb hairdryer, Maria João Fura e Dakoi.

No dia seguinte, 11 de Setembro, o Queer Fest 2021 muda-se para a SMUP, na Parede, com uma mostra de arte queer com curadoria de Vítor Serrano. Às 18h, há um misto de performance e leituras com Rezgate (Rezmorah & Gadutra), Mário Afonso e Teresa Coutinho.

O programa musical do dia arranca às 19h30 com Gael de Papel (Prémio Open Call Amoras Silvestres), Mara Nunes, Maria Bruxxxa, Sofia Queiroz Orê-Ibir, As Docinhas e o Queer Fest DJ set, conduzido pela própria equipa que organiza o festival.

Mas há mais, numa iniciativa fora do cartaz principal mas não do festival, no dia 17 Setembro, no NúcleoA70, em Lisboa, música e poesia de Noporn, numa parceria Um/Quarto – Queer Fest com NúcleoA70, Coquetel Molotov e ILGA Portugal.

O bilhetes diários custam 7 cuires e o passe geral 24 cuires. Todas as informações aqui.

 

PROGRAMAÇÃO MUSICAL

8 de Setembro – Casa Independente – 23h
Stravaganza Colorata

9 de Setembro – Casa Independente – 22h30
Carincur
Érika Machado

10 de Setembro – Casa Independente – 21h
Frik.são
a lake by the mõõn
Neverknew
bbb hairdryer
Maria João Fura
Dakoi

11 de Setembro – SMUP – 19h30
Gael de Papel
Mara Nunes
Maria Bruxxxa
Sofia Queiroz Orê-Ibir
As Docinhas
Queer Fest DJ set

17 Setembro – NúcleoA70
Noporn

EGITANA