Randy Rhoads Em Novo Livro De Ross Halfin

Randy Rhoads Em Novo Livro De Ross Halfin

Redacção

O antigo guitarrista de Ozzy Osbourne Randy Rhoads é o principal protagonista do novo livro do lendário fotógrafo de rock, Ross Halfin.

Depois de um livro com fotografias de Eddie Van Halen e de outro sobre todos os discos dos Led Zeppelin, o lendário fotógrafo Ross Halfin juntou-se à Rufus Publications, agora para a publicação de “Randy Rhoads By Ross Halfin”, uma celebração de um dos mais influentes guitarristas de hard rock/heavy metal de todos os tempos.

Ross Halfin anunciou a conclusão do livro sobre Randy Rhoads – que vai ter muitas imagens clássicas e inéditas do antigo guitarrista de Ozzy Osbourne – através da rede social  Twitter, na qual escreveu: «O meu novo livro sobre Randy Rhoads será publicado em breve através da Rufus Books. Percorri o meu arquivo para descobrir muitas fotografias nunca antes vistas».

O baixista Rudy Sarzo, que foi colega de Rhoads na banda de Ozzy, aprovou a publicação deste novo livro, escrevendo: «Ross Halfin não era apenas o nosso fotógrafo não oficial de banda, mas também um companheiro de digressão e um confidente de confiança. Tinha acesso fotográfico ao mundo de Ozzy como mais ninguém. Estou realmente ansioso pelo seu livro».

Randy Rhoads tinha apenas 25 anos quando morreu a 19 de Março de 1982, num estranho acidente que envolveu um pequeno avião que embateu no tour bus de Ozzy Osbourne, provocando três mortos. No documentário “Biography: The Nine Lives Of Ozzy Osbourne“, Ozzy não poderia ter sido mais elogioso quando falou sobre Rhoads: «Eu sabia instintivamente que ele era algo extra especial. Ele era como um presente de Deus – trabalhámos tão bem juntos. O Randy e eu éramos como uma equipa. Uma coisa que ele me deu foi esperança, deu-me uma razão para continuar. Teve paciência comigo, o que foi óptimo. Tirou o melhor de mim. Divertimo-nos muito». A morte de Randy Rhoads teve, naturalmente, um tremendo impacto na vida de Osbourne. «Perdi um amigo querido na minha vida – sinto terrivelmente a sua falta. Acabei por afogar as minhas mágoas com álcool e drogas. O dia em que Randy Rhoads morreu foi o dia em que uma parte de mim também morreu».

Ainda não há data prevista para lançamento do livro, nem pré-encomendas em curso.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA