Redneck Rave Termina em Caos e Violência

Redneck Rave Termina em Caos e Violência

Redacção
newsbeezer

Uma “Redneck Rave”, no Kentucky, considerada como «a festa mais selvagem e louca da América», terminou em detenções em massa por posse de droga, estrangulamento e corte de garganta. De acordo com o Lexington Herald-Leader, um homem foi mesmo empalado através do abdómen.

Uma “Redneck Rave” é, bom, uma rave para rednecks. E esta prometia ser a mãe de todas as raves. O evento teve lugar no condado de Edmonson, numa vila tão pequena que não tem um único semáforo. O festival de cinco dias foi organizado pelo rapper country (não somos nós que criamos estas catalogações) Justin Time, e era suposto tornar-se um festão de «lama, música e caos». Digamos que aquilo a que se arrogava a organização foi conseguido. Se foi…

Segundo o Xerife Shane Doyle, as autoridades sabias que a rave seria um problema depois de realizada uma busca de rotina logo nas primeiras chegadas. «No primeiro veículo que chegou, encontrámos metanfetaminas, marijuana e um recipiente de álcool aberto. E depois um dos ocupantes tinha dois mandados activos… Ficámos logo com a sensação ‘bem, isto não augura nada de bom para o fim-de-semana’».

Ainda assim, o Xerife não fazia a mais pequena ideia de como tudo iria descambar. Um homem teve a garganta cortada por um suposto amigo. «Estavam intoxicados, entraram numa briga, um deles cortou a garganta ao outro e depois fugiu para o parque», disse Doyle. O agressor não foi encontrado. Além disso, um homem de 29 anos, do Missouri, foi acusado de estrangular uma mulher depois de terem entrado numa luta por causa de um cobertor. A vítima disse à polícia que foi sufocada até quase perder a consciência. O alegado agressor nega estas acusações, embora não tenha qualquer explicação para o facto de a vítima ter ficado marcada por arranhões e hematomas no pescoço.

Ainda que a Redneck Rave tenha sido consumido por violência, alguns dos piores ferimentos foram acidentais. Um homem estava a pilotar um veículo todo-o-terreno, numa corrida, quando tentou subir um enorme tronco, que acabou por perfurar o veículo e empalar o condutor através do estômago. «Só uma placa de aço nas costas do banco deteve o tronco de o perfurar de um lado ao outro», relata Doyle.

Os participantes também perderam dedos e partiram ossos, embora, ainda não tenha sido relatada nenhuma morte. Ao todo, o Xerife e os seus adjuntos multaram 48 pessoas, incluindo 30 multas relacionadas com drogas e álcool e seis por delitos. 14 pessoas foram presas. As forças locais não tiveram mãos a medir durante 44 horas extraordinárias para a aplicação da lei. Em Outubro, está agendada outra Redneck Rave na mesma localidade…

EGITANA