Rui Valentim de Carvalho (1931-2013)

Rui Valentim de Carvalho (1931-2013)

Nero

Assim diz o pesaroso comunicado:

“Colaborou com dedicação e perfeccionismo com várias gerações de músicos e artistas. De Amália, Carlos Paredes, Alfredo Marceneiro, Carlos Ramos até aos mais recentes Rui Veloso, Jorge Palma ou Camané todos reconheciam a sua sensibilidade artística e humana.

Foi inestimável a ação que prestou na renovação e divulgação do Fado. A doença que o vitimou roubou-lhe a alegria de ver a música que amava ser classificada Património Imaterial da Humanidade.

O seu corpo irá para a Basílica da Estrela hoje às 18h, amanhã será rezada Missa de corpo presente às 14.30, seguindo o funeral para o Cemitério dos Prazeres”.

À família de Rui Valentim de Carvalho, a Arte Sonora apresenta as suas sentidas condolências.

EGITANA