Salif Keita, confirmado no FMM Sines 2015

Salif Keita, confirmado no FMM Sines 2015

Nuno Ribeiro

O maliano Salif Keita está confirmado na 17.ª Festival Músicas do Mundo, que acontece entre 17 e 25 de julho, em Sines e Porto Covo.

O concerto que Salif Keita dará em Sines insere-se na sua digressão acústica, que desenha uma retrospectiva pela carreira do artista. Serão recriados clássicos do seu amplo repertório, num regresso às raízes depois de anos de experimentações e fusões.

Antes de ser um exemplo de superação artística, Salif Keita é um exemplo de superação pessoal. A sua condição de albino tornou-o proscrito na sua comunidade e o seu desejo de fazer música levou à sua rejeição pelo pai. Descendente de Soundjata Keita, fundador do Império do Mali em 1240, o sistema de castas vedava-lhe a profissão de músico.

Apesar da pressão do meio onde cresceu, prosseguiu o seu sonho. Mudou-se para Bamako, capital do Mali, em 1967, onde começou a tocar em clubes noturnos com um dos seus irmãos. Em apenas dois anos, foi convidado para se juntar à Rail Band. Mais tarde, juntou-se a Kanté Manfila para formar Les Ambassadeurs, banda que trilhou um caminho por onde seguiriam várias gerações de músicos da África Ocidental.

Apelidado de “Voz de Ouro de África”, Salif Keita tem ocupado um lugar de destaque na vanguarda da música do Mali desde então, conquistando o público no seu continente e, a partir de meados dos anos 80, em França e no resto do mundo. O artista que combina as tradições dos griots da África Ocidental (indivíduos encarregados de preservar e transmitir as histórias, os conhecimentos e as canções de seu povo) com o rock, funk e o jazz. Vai a Sines acompanhado por guitarra, kora, n’goni, percussão e coros.

Criado em 1999, o FMM Sines proporciona aos milhares de espectadores que o seguem todos os anos um retrato das músicas populares que se fazem hoje no mundo, mostrando como as tradições buscam a contemporaneidade e as migrações de ideias e pessoas dissolvem as fronteiras criativas.

O preços das entradas para os vários dias são os seguintes:

Porto Covo: Espetáculos gratuitos
Av. Praia: Espetáculos gratuitos
Castelo – Tarde: Espetáculos gratuitos
Castelo – Noite 22 de julho (QUA): € 10
Castelo – Noite 23 de julho (QUI): € 10
Castelo – Noite 24 de julho (SEX): € 15
Castelo – Noite 25 de julho (SÁB): € 15
EP Castelo: € 40
Concertos Auditório CAS: € 5

CARTAZ

 Alif (Mundo Árabe)
Ana Tijoux (Chile)
Chancha Vía Circuito (Argentina)
Dele Sosimi Afrobeat Orchestra (Nigéria / R. Unido)
Dona Onete (Brasil)
Ibibio Sound Machine (Nigéria / R. Unido)
Idiotape (Coreia do Sul)
La-33 (Colômbia)
Niladri Kumar (Índia)
Orlando Julius & The Heliocentrics (Nigéria / R. Unido)
Pascals (Japão)
Salif Keita (Mali)
Shanren (China)
Soema Montenegro (Argentina)
Songhoy Blues (Mali)
Toumani & Sidiki Diabaté (Mali)
Troker (México)
Vaudou Game (Togo / França)

EGITANA