Soaram os Sinos: Os AC/DC Estão Mesmo De Volta Às Lides

Soaram os Sinos: Os AC/DC Estão Mesmo De Volta Às Lides

Redacção

ACTUALIZAÇÃO:  Depois dos muitos rumores das últimas semanas, eis que os AC/DC finalmente anunciaram o que já parecia óbvio. Brian Johnson, Phil Rudd e Cliff Williams estão de volta à banda e um novo álbum estará na calha.

—-

Os AC/DC voltaram a acender as luzes! Um novo post de apenas nove segundos nas redes sociais foi o suficiente para se perceber que está iminente um anúncio de um regresso altamente aguardado.

O clip animado publicado na conta oficial de Instagram dos AC/DC – de resto, a única publicação naquela conta – mostra uma luz de néon sob a forma do famoso relâmpago, o logótipo da banda australiana, cintilando lentamente.

Este teaser sucede à mediática fuga de informação que surgiu há alguns dias. Na ocasião, as fotos que vieram a lume pareciam confirmar o regresso de Brian Johnson (voz), Phil Rudd (bateria) e Cliff Williams (baixo), que são vistos ao lado de Angus Young (guitarra principal) e Stevie Young (guitarra ritmo).

Os rumores de que Johnson e Rudd estavam de volta à banda começaram em 2018, quando apareceram fotos dos dois fora do estúdio de gravação da banda em Vancouver, Canadá. Vários meses mais tarde, houve rumores de que Williams também estaria de volta à banda, depois de Williams e Johnson terem sido fotografados a treinar num ginásio perto do estúdio.

O regresso dos AC/DC é visto – obviamente – com bons olhos pelos fãs, uma vez que Angus Young era o único membro clássico remanescente após a sua “Rock Or Bust Tour”, de 2016. Recorde-se que Johnson foi obrigado a sair da banda devido a perda de audição, tendo sido substituído por Axl Rose na etapa final da digressão, enquanto Rudd tinha estado fora do line-up durante bastante tempo, a lidar com questões legais na Nova Zelândia. Williams tocou nessa digressão, que passou triunfalmente em Lisboa, mas retirou-se da banda imediatamente após a sua data final.

Recorde-se ainda que o guitarrista Malcolm Young faleceu em 2017, após uma batalha contra uma doença do foro mental, tendo Stevie Young, sobrinho de Angus e Malcolm, assumido a substituição desde 2014.

Com o mundo ainda meio paralisado devido à pandemia, é difícil imaginar que os AC/DC anunciem uma digressão para breve. Portanto, todos os sinais (principalmente este, do relâmpago cintilante) apontam para um provável novo álbum da banda, o que, a acontecer, seria o sucessor de “Rock Or Bust”, de 2014. Venha ele!

EGITANA