Slash responde a Doug Goldstein

Slash responde a Doug Goldstein

Nuno Ribeiro

Slash responde à teoria do antigo manager dos Guns ‘N’ Roses, de que Michael Jackson foi responsável pela separação‏ da formação de ouro.

Doug Goldstein recentemente fez declarações polémicas de que Michael Jackson foi responsável pela zanga entre Slash e Axl Rose, devido ao facto de Slash ter aceitado colaborar e tocar com o Rei do Pop, durante uma digressão dos Guns ‘N’ Roses nos inícios de 90. «Axl foi molestado pelo pai quando tinha dois anos e acreditava nas acusações contra Michael Jackson… Ele achou que Slash iria apoiá-lo e ficaria contra todo o abuso. Do ponto de vista do Axl, esse era o único problema», contou Doug à versão brasileira da Rolling Stone.

Slash discorda e fez declarações durante a sua presença no talk show de radio, “Elliot In The Morning”, em Washington, «Tenho ouvido muito sobre esta particular entrevista por muitas pessoas que ele (Doug Goldstein) chateou. E não acho que haja alguma verdade nisso. Quero dizer, obviamente a banda ficou unida por anos depois disso tudo. E não houve grande alarido na época. E se isso chateou alguém, foi algo que desapareceu. Por isso, não penso que tenha algo a ver com a separação original dos Guns ‘n’ Roses… Não quero ler ou ouvir as balelas desse gajo, evito isso. Dessa forma mantenho a sanidade».

EGITANA