Eyehategod e Graveyard no Sonic Blast 2019

Eyehategod e Graveyard no Sonic Blast 2019

Redacção

O Sonic Blast Moledo confirmou mais 7 artistas, entre os quais Eyehategod e Graveyard, para a sua 9.ª edição que, pela primeira vez, irá durar três dias.

O Festival de Moledo, no município de Caminha, anuncia agora mais 7 bandas no seu cartaz oficial de 2019. Elas são: Graveyard, Eyehategod, Earthless, The Devil and The Almighty Blues, High Fighter, Cardiel e Jesus The Snake. Os novos nomes juntam-se aos já anunciados: OM, Orange Goblin, Windhand, My Sleeping Karma, Monolord, Lucifer, The Obsessed, Dopethrone, Toundra, Satan’s Satyrs, Sacri Monti, Harsh Toke, Petyr, Zig Zags, Kaleidobolt, Maidavale, Minami Deutsche Maggot Heart. Seguimos o press release

Os Graveyard e os Eyehategod são bandas bastante queridas pela AS. Os primeiros têm estado ativos desde 2006, sendo encarados como um projeto crucial no recente movimento revivalista dos anos 70, cuja presença influenciou muitos mais a seguir os seus caminhos do heavy blues. Apesar de terem dissolvido a banda brevemente durante 2016, os suecos rapidamente voltaram à música meses depois, lançando o seu aclamado álbum “Peace“, através da editora NuclearBlast, provando a todos como ainda conseguem ser das bandas mais emblemáticas do heavy rock moderno. A última vez que nos visitaram foi em Novembro de 2017. Recorda aqui o concerto no Lisboa Ao Vivo.

Os reis de NOLA, Eyehategod, certamente que não precisam de qualquer tipo de introdução para o mundo do sludge, já que fazem parte da criação do género como o conhecemos hoje. Com um novo álbum a ser trabalhado já na manga, previsto para ser lançado precisamente em 2019, só nos deixa ainda mais empolgados para sentir toda a sua pujança em agosto em Moledo. O guitarrista Jimmy Bower é dono de um som absolutamente singular. A última vez que vimos a banda foi em Julho de 2015. Recorda esse memorável concerto no RCA, aqui.

Os Earthless voltam ao festival um ano depois. Afinal, a edição transata ficou marcada pelo concerto arrebatador deste trio de San Diego, deixando todos os presentes impressionados com a capacidade transcendente da sua música. Os The Devil and the Almighy Blues surgiram na Noruega em 2015. Com seu terceiro álbum completo, justamente intitulado “Tre” e pronto para ser lançado ainda este ano, a banda promete agradar todos os seguidores com o aperfeiçoamento do seu estilo único.

Liderados pelos vocais de Mona Miluski, os High Fighter são intensos e notavelmente pesados. O seu EP de estreia “The Goat Ritual“, lançado em 2014, foi tocado um pouco por toda a Europa, incluindo na quinta edição do Sonic Blast. O segundo álbum da banda já tem data marcada para 2019, lançado pela editora italiana Argonauta Records. Proveniente da Cidade do México, a dupla Cardiel faz punk cheio de fuzz e embebido nas quantidades certas de stoner doom, com espaço ainda para um pouco de música dub. Os Jesus the Snake estão a surgir no underground português. O quarteto gosta de embarcar em longas viagens psicadélicas totalmente instrumentais.

Os primeiros bilhetes na categoria de “early birds” para o Sonic Blast’19 foram postos à venda no fim de Novembro e esgotaram em poucos minutos, estando agora disponíveis os passes gerais. O passe geral do Sonic Blast custa 65€ até ao dia 30 de Abril, actualizando o preço no mês seguinte. Os bilhetes diários vão ser colocados à venda muito em breve.

O festival decorre em Moledo de 8 a 10 de Agosto.