Steven Wilson e a (Não) Polémica das Declarações Sobre EVH

Steven Wilson e a (Não) Polémica das Declarações Sobre EVH

Redacção

O antigo frontman dos Porcupine Tree Steven Wilson, que acaba de editar “The Future Bites” – que podes ouvir aqui -, concedeu uma entrevista à FaceCulture na qual admitiu que a morte do lendário guitarrista Eddie Van Halen não o afectou, uma vez que não é grande fã do estilo shredder.

«Honestamente, não afectou, porque nunca fui fã. Sei que ele é um músico extraordinário, e é sempre triste quando um artista extraordinário morre, [mas] nunca fui fã da chamada mentalidade shredder. E penso que, em muitos aspectos, ele foi o pai de todo esse tipo de movimento. Nunca compreendi essa coisa de tocar o mais rápido que se pode», afirmou Wilson na entrevista que podes ver mais abaixo.

«Sei que não foi só isso que ele fez – sei que era um músico mais flexível do que isso – mas penso que o legado que deixa está na criação do fenómeno shredder, que é algo tão vil para mim. Esse tipo de ideia de que se toca música quase como se se estivesse a praticar um desporto olímpico é uma espécie de anátema ao meu tipo de ideias sobre criatividade e música».

Os comentários de Steven Wilson provocaram reacções imediatas, nomeadamente do filho de Eddie Van Halen, Wolfgang, que publicou a seguinte mensagem no Twitter: «Raios me partam, isto é uma chatice. Sou grande fã dele. “Deadwing” é um dos meus álbuns favoritos de todos os tempos. Embora… o título seja “clickbait-y” demais, porque o que ele disse realmente não foi assim tão rude».

EGITANA