SWR Barroselas Metalfest Confirmado em 2022, As Lendas do Death Metal Deicide Anunciados no Cartaz

SWR Barroselas Metalfest Confirmado em 2022, As Lendas do Death Metal Deicide Anunciados no Cartaz

Redacção

Depois de ter visto a edição planeada para 2020 adiada por duas vezes, o festival de metal extremo minhoto confirmou as datas de 2022 e está a reformular o cartaz. Digressão europeia em que os brasileiros Krisiun e Crypta acompanham os Deicide passa no SWR Barroselas Metalfest, no próximo ano.

Naturalmente, no início do ano a 23.ª edição do SWR BARROSELAS METALFEST foi adiada para 2022. Originalmente anunciada para Abril de 2020 e, posteriormente, reagendada para Abril de 2021 devido à pandemia, a conjuntura que se vivia em Novembro de 2020 ditava mais um inevitável adiamento. «Não, desta vez não anunciamos bandas para o próximo ano”, diziam os irmãos Veiga num comunicado divulgado através das redes sociais do evento. “Estes tempos sombrios não nos permitem imaginar Barroselas como nos velhos tempos nem o nosso coração aceita um novo desfecho decepcionante».

Agora, numa altura em que se começa agora a ver finalmente uma luz ao fundo do túnel no que à música ao vivo diz respeito, surge a confirmação dos primeiros nomes em cartaz para o SWR BARROSELAS METALFEST do próximo ano. E se são fãs de death metal, são uns nomes, passe a redundância, de peso, como avançou a LOUD!: Deicide, Krisiun e Crypta. A banda norte-americana vai andar em digressão pela Europa com os dois pesos pesados brasileiros e, pelo caminho, fazem uma paragem no último dia do muito aguardado SWR FEST 23, que acontece de 28 Abril a 1 Maio de 2022 na vila minhota.

Ainda há que contar com alguns nomes do cartaz original, que a organização sempre referiu desejar manter ao máximo, mesmo que isso não seja totalmente possível. Os bilhetes já comprados continuam válidos para a edição do próximo ano. Mais informações aqui.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA