“Thriller” Atinge Marca Assombrosa

“Thriller” Atinge Marca Assombrosa

Redacção

O álbum axiomático de Michael Jackson é o primeiro, certificado pela RIAA, a atingir a multiplatina por 30 vezes. “Thriller” regista 100 milhões de vendas no mundo inteiro.

A RIAA (Associação Norte-americana da Indústria Discográfica), o Legado de Michael Jackson, a Epic Records e a Legacy Recordings anunciaram que “Thriller”, de Michael Jackson, é o primeiro álbum na história do programa de ouro e platina da RIAA a atingir a marca certificada de 30 vezes multiplatina por vendas nos EUA, continuando assim o reinado do Rei da Pop como o artista mais bem-sucedido a nível de vendas, com números acima dos 100 milhões no mundo inteiro referentes ao álbum “Thriller” e mil milhões no plano geral.

«A RIAA atribui discos de ouro e platina em nome da indústria musical há quase 60 anos, mas esta é a primeira vez que um artista ultrapassou a marca de 30 vezes multiplatina», afirmou Cary Sherman, Presidente e CEO da RIAA. «Estamos muito honrados por comemorar o estatuto único do álbum Thriller na história dos discos de ouro e platina. Que feito notável e um verdadeiro tributo à posição duradoura que o álbum Thriller ocupa nos nossos corações e na história da música».

A Sony Music apresenta dados: «A obra-prima de Michael Jackson com produção de Quincy Jones e Michael Jackson, conquistou um número recorde de 8 Grammys, mais do que qualquer álbum até à data, continuando a receber prémios e a definir novos padrões de sucesso desde o seu lançamento a 30 de Novembro de 1982. Passou quase 2 anos e meio na tabela de álbuns da Billboard e detém o recorde contemporâneo de 37 semanas no n.º 1. Foi o primeiro álbum na história a passar cada uma das suas primeiras 80 semanas no Top 10 da tabela de álbuns. Durante a sua 112.ª semana na tabela de álbuns da Billboard, tornou-se no primeiro a registar a marca certificada de 20 vezes multiplatina pela RIAA (30 de Outubro de 1984). A nível mundial, “Thriller” esteve no n.º 1 em praticamente todos os países do mundo».

A editora descreve ainda o alcance do álbum: «Sendo mais do que um simples álbum, Thriller permaneceu um fenómeno multimédia cultural a nível global durante os séculos XX e XXI, quebrando barreiras musicais e alternando as fronteiras da pop para sempre. A música presente em Thriller é tão dinâmica e singular que desafiou qualquer definição de rock, pop ou soul existente. O tema “Beat It” era um novo híbrido de pop/rock e demoliu a segregação há já muito existente entre música branca e negra com a guitarra incendiária de Eddie Van Halen. No tema “The Girl Is Mine”, um homem negro e um homem branco lutam pela mesma mulher. No mesmo álbum, existem temas como “Wanna Be Startin’ Somethin’”, com ritmos africanos de base, e “Billie Jean”, com sonoridades mais R&B. Nunca se tinha ouvido um álbum com material de tamanho alcance».

EGITANA