Uma dúzia europeia no FMM Sines’15

Uma dúzia europeia no FMM Sines’15

Nuno Ribeiro

A 17.ª edição do Festival Músicas do Mundo terá uma forte representação de músicos europeus, com doze artistas e projetos musicais, da Sardenha à Rússia, que o público do FMM poderá ver em Sines e no Porto Covo, entre 17 e 25 de Julho.

Criado em 1999, o FMM Sines proporciona aos milhares de espectadores que o seguem todos os anos um retrato das músicas populares que se fazem hoje no mundo, mostrando como as tradições buscam a contemporaneidade e as migrações de ideias e pessoas dissolvem as fronteiras criativas.

Em baixo deixamos a descrição das novas confirmaçãoes do FMM:

Canzionere Grecanico
A viagem pela Europa começa em Salento, o “salto da bota” da Península Itálica, de onde chega um dos grupos históricos da música tradicional italiana, reinventor da tradição da “pizzica taranta”.

Paolo Angeli
Também de Itália, mas da Sardenha, vai apresentar para um concerto a solo com a sua guitarra de 18 cordas, um híbrido entre guitarra, barítono, violoncelo e bateria, que utiliza para improvisar e compor música entre o free jazz, o folk noise e o pop minimalista.

Forabandit
Ritmos da música persa e duas tradições de poesia trovadoresca, uma da Occitânia, nação sem estado no sul de França, e outra da Anatólia, Turquia, são as fontes de inspiração deste trio formado em 2011.

Guillaume Perret & Electric Epic
Outra confirmação é esta banda de jazz de fusão francesa, formada em 2008 pelo compositor e saxofonista Guillaume Perret e dedicada a explorar o som do saxofone num território onde se cruzam jazz, funk e metal.

Trans-Aelion Transmission
O músico francês François R. Cambuzat (L’Enfance Rouge), acompanhado pela baixista Gianna Greco, apresenta no FMM 2015 a sua nova aventura. Uma reinvenção pós-industrial da música dos uigures de Xinjiang, China.

Moriarty
Depois de um concerto no Centro de Artes de Sines, em 2008, voltam ao festival a banda formada em Paris, no virar do milénio, por um grupo de músicos com raízes nos EUA e referências nos estilos folk, country, blues e cabaret.

Flat Earth Society
Atua pela segunda vez neste festival de world music, depois de um concerto em 2008. Fundada em 1998, por Peter Vermeersch, compositor, produtor e multi-instrumentista, «é a “big band” mais original da Bélgica» nas palavras da apresentação, situada entre os universos do jazz e do rock.

Ernst Reijseger
Violoncelista e compositor holandês, é um dos artistas de música instrumental mais reconhecidos da Europa, com uma carreira que se estende por um leque muito amplo de géneros musicais, do jazz à música erudita. Esta será a sua segunda presença no FMM Sines e a primeira a solo.

Russell Joslin
A rica tradição britânica de folk-blues também tem lugar marcado no Festival Músicas do Mundo 2015, representada pelo cantautor, que nesta sua estreia em Sines dará um concerto baseado no repertório do disco “Harlequins”, lançado este ano.

Thea Hjelmeland
Cantora e multi-instrumentista norueguesa. O seu segundo disco, “Solar Plexus”, foi premiado recentemente na Noruega como melhor álbum “indie” editado no país em 2014.

Esko Järvelä Epic Male Band
Da Finlândia chega a banda de folk-rock liderada pelo violinista e compositor Esko Järvelä, que esteve em Sines no concerto de Frigg em 2012 e agora chegará acompanhado pelos guitarristas Anssi Salminen e Jani Kivelä, o baixista Juho Kivivuori e a bateria de Janne Mathlin.

Iva Nova
A viagem da 17ª edição do FMM Sines pela Europa termina em S. Petersburgo, Rússia, com esta banda a apresentar o seu quarto disco, “Krutila Pila”, um encontro entre rock, música electrónica e música tradicional.

O preços das entradas para os vários dias são os seguintes:

Porto Covo: Espetáculos gratuitos
Av. Praia: Espetáculos gratuitos
Castelo – Tarde: Espetáculos gratuitos
Castelo – Noite 22 de julho (QUA): € 10
Castelo – Noite 23 de julho (QUI): € 10
Castelo – Noite 24 de julho (SEX): € 15
Castelo – Noite 25 de julho (SÁB): € 15
EP Castelo: € 40
Concertos Auditório CAS: € 5

Além deste conjunto de artistas, estão já confirmadas as presenças dos seguintes projetos musicais:

Alif (Mundo Árabe)
Alo Wala (EUA / Dinamarca)
Ana Tijoux (Chile)
Chancha Vía Circuito (Argentina)
Dele Sosimi Afrobeat Orchestra (Nigéria / R. Unido)
Dona Onete (Brasil)
Ibibio Sound Machine (Nigéria / R. Unido)
Idiotape (Coreia do Sul)
La-33 (Colômbia)
Niladri Kumar (Índia)
Orlando Julius & The Heliocentrics (Nigéria / R. Unido)
Pascals (Japão)
Shanren (China)
Salif Keita (Mali)
Soema Montenegro (Argentina)
Songhoy Blues (Mali)
Toumani & Sidiki Diabaté (Mali)
Troker (México)
Vaudou Game (Togo / França)

EGITANA