Viriatada de Setembro #2: Maria João, Primeira Dama, Too Many Suns, Elisa, Yagmar, entre outros

Viriatada de Setembro #2: Maria João, Primeira Dama, Too Many Suns, Elisa, Yagmar, entre outros

Redacção

Maria João e os seus Ogre, Primeira Dama ou Too Many Suns são alguns dos lançamentos nacionais em destaque na Viriatada de Setembro, parte 2.

A “Viriatada” acolhe alguns dos lançamentos portugueses do mês. Confere a primeira parte do Viriatada de Setembro, aqui.

YAGMAR – “Homem Severo”// “Homem Severo” é o segundo single do primeiro longa duração dos Yagmar, sucessor do EP de estreia “Amargo”, do ano passado. Surge após “Judas”, o primeiro single, lançado no início de 2020, que tem rodado nas rádios nacionais desde então. No meio de tempos tão atípicos pedem-se melodias vincadas, acrescentam-se ritmos sensuais e inicia-se uma história que os Yagmar prometem continuar nos próximos singles, que antecedem o lançamento do álbum homónimo “Homem Severo”, com lançamento previsto para o último trimestre de 2020.

RUI GAIO – “Word Song” // Trezentos e sessenta e cinco everydays é um projecto musical audiovisual de Rui Gaio. Numa frenética odisseia criativa, a experiência do quotidiano é convertida em peças musicais, combinada com imagens em movimento e imediatamente publicada num canal de youtube. Tendo como base o piano e sintetizadores, estas peças designadas de everydays vão-se avolumando até completar o objectivo utópico de alcançar o número 365. Num primeiro ciclo, Rui Gaio lançou 24 peças, algumas delas com colaborações como é o caso de Bia Maria na voz ou André Cardoso na realização cinematográfica. Sempre em processo de criação, Rui Gaio já lançou os Everydays #25 – Loving by your side e #26 – Winter is born que já estão disponíveis. Rui Gaio não exclui a hipótese de compilar algumas peças em disco, estando neste momento a ser produzidos. O processo criativo é dinâmico pelo que a qualquer momento pode ser lançado mais um everyday no canal de youtube.

TOO MANY SUNS – “TRIP TO THE SOUTH OF NOTHING”// Após o EP “Garden” lançado em 2019, a recente banda lisboeta Too Many Suns leva-nos numa viagem descontraída pelas ruas da capital até ao seu novo single “Trip to the South of Nothing”. Este single antevê a edição do álbum de estreia da banda – “Meaning of Light” – produzido por Miguel Vilhena na pontiaq Records, e com previsão de lançamento para Outubro deste ano. Este próximo trabalho de Too Many Suns promete passar por vários mundos, varrendo um espectro que vai do folk mais introspectivo ao grunge e noise reverberante, passando por um pop mais primaveril.

DJODJE – “BELA”// Depois de “Tempo Sabi”, o artista Djodje apresenta o seu segundo single deste ano, “Bela”. Este novo tema presta homenagem à verdadeira “Beleza”. Aquela que não é vista pelos olhos. Um canto dançante ao amor eterno, do amor de quem ama verdadeiramente. Bela enlaça a história de um homem apaixonado que vai à conquista da sua “Bela”, e que alcança. Numa batida quente que enlaça e apaixona. O videoclipe reflecte as raízes do artista, recupera a cultura e tradições africanas e vai buscar rituais ancestrais. Para protagonizar esta atmosfera, Kady. A companheira de vida de Djodje, contracena com ele. Um vídeo que transmite uma atmosfera sensual de um funaná lento dançado a pares. Ritmos tradicionais da Kizomba e quentes de Cabo Verde cantado em kriolu de Cabo Verde.

JOÃO RICARDO, HENRIQUE FERNANDES & JORGE QUINTELA – “SUBLUMIA: LIQUID AESTHESIA” (Skupina)// Música com um impacto meticuloso e um toque celestial que deve ser ouvida com atenção. A experiência da audição traz-nos alguma energia obscura, grave, profunda, para emergir de novo numa atmosfera transcendente e luminosa. É neste contraste de intensidades e texturas que imergimos enquanto os nossos ouvidos absorvem este belo disco. Dispositivos electro-mecânicos pontuam o fundo escuro e reverberante e o universo quase científico é complementado por um sentido de subjectividade, como se tivesse sido registado pelo impulso de explorar mundos aquáticos obscuros. “Sublumia – Liquid Aesthesia” está repleto de sons tácteis, oscilando e ressoando dentro de nós; afinal, a água é um componente fundamental do corpo.

MARIA JOÃO | OGRE electric – “OPEN YOUR MOUTH”//  O OGRE electric é um projecto musical liderado pela mundialmente aclamada cantora Maria João e o seu produtor, músico e amigo do peito João Farinha. Começou por volta de 2009 e tem passado por diversas identidades e formações que embora centrado à volta de pianos eléctricos, sintetizadores e electrónica, não deixa por vezes de incluir piano acústico e bateria. O principal fio condutor passa por misturar uma abordagem jazzística à criação musical, vestindo-a com sonoridades electrónicas e dando-lhe vida da forma o mais orgânica possível. A celebrar 10 anos de existência o OGRE comemora com “Open Your Mouth” este seu marco. Trata-se da terceira incursão pelo mundo da electrónica. A começar com “Acute Angles”, o primeiro videoclip da banda, seguido pelos singles “Respiros” e “Say Something”, apresentamos agora o álbum completo pelas cores de “Tenho Um Verdadeiro Amor”. Maria João encoraja-nos a abrir a boca, cantar, falar, amar e lutar pelo que acreditamos. Explorar, nunca ficar no mesmo sítio, procurar sempre novas coisas – este será sempre o lema deste projecto, que por vezes é difícil de definir… mas também, quem é que precisa de rótulos? O OGRE caminha agora numa direcção mais urbana, com grooves mais orientados para o hip-hop, misturado com a alegria infantil da Maria João, numa viagem que nos leva a paisagens de sonho, florestas escuras e misteriosas, ritmos africanos, e mesmo ao interior das nossas mentes alucinadas! Para além da formação de base, que inclui João Farinha (teclados, sintetizadores, composição e produção) e André Nascimento nas feitiçarias electrónicas, o novo álbum conta ainda com o incrível baterista Silvan Strauss que nunca se esquece de partir a loiça toda e que é em grande parte responsável pela nova direcção sonora.

ELISA – “CORAÇÃO”// Já está disponível em todas as plataformas digitais, uma nova canção da cantora madeirense, Elisa. O tema tem letra e música de Elisa e LEFT. A produção esteve a cargo de Mikkel Solnado e LEFT., nos estúdios Great Dane e a realização do vídeo é de YoCliché com André Madeira na Direcção de Fotografia e produção da Great Dane. Sobre este seu novo single, Elisa conta-nos: “É um tema que nasceu de um poema feito por mim, por isso tem um significado muito especial. A partir desse momento comecei a tratar o coração como se fosse uma pessoa, com uma personalidade e que por vezes faz coisas que me podem magoar. Espero que se relacionem tanto como me relaciono com este tema e que dêem uma oportunidade ao vosso coração“.

PRIMEIRA DAMA – “DESILUSÃO”// Primeira Dama volta com “Desilusão”, que antecipa o novo LP, “Superstar Desilusão”, que chega a todas as plataformas nos primeiros dias do Outono e tem apresentação marcada para dia 1 e Outubro, no Teatro São Luiz, ocupado pela Galeria Zé dos Bois. “Superstar Desilusão” traz uma outra faceta: a do indie-rock de Julian Casablancas e o lado mais garageiro das Pega Monstro ou dos Veenho, com que cresceu. Precisamente por isso, a produção em banda foi entregue a Gonçalo Formiga, cabecilha dos Cave Story e um dos produtores da nova vaga do garage-rock português. No entanto, nunca esquecendo a sua essência pop, entregou a produção das vozes ao jovem Bejaflor, um verdadeiro visionário na produção electrónica nacional. Leonardo Bindilatti, entre Iguanas, Rabu Mazda e Putas Bêbadas, é talvez a pessoa que melhor entende essa dualidade, conciliando estas duas vertentes na masterização. Após 3 intensos anos de trabalho com músicos tão diferentes entre si – Martim Brito (bateria), António Queiroz (baixo), João Raposo (guitarra e sintetizador) e Inês Matos (guitarra-solo) -, “Superstar Desilusão” de Primeira Damasurge como um disco visceral e exploratório.

KADYPSLON – “SONHADOR CONSCIENTE”// Aqui está uma das razões principais do álbum se intitular de “Hip Hop Messiah”. O foco deste single está no espaço que separa o Sonho da Realidade. Uma viagem solitária e ao mesmo tempo mágica, que no fim, percebemos que tudo valeu a pena. O “Sonhador Consciente” é a certificação que se está no caminho certo. O novo single encontra-se disponÍvel nas lojas digitais para download e stream.

ZÉ TÓ LEMOS – “DIFFERENT WORLDS (A COLLECTION OF SOUNDS FROM DIFFERENT WORLDS)”// Zé Tó Lemos, compositor de música cinematográfica, apresenta o seu sexto single , “Different Worlds (A Collection of Sounds From Different Worlds)”. São quase oito minutos em diferentes mundos sonoros. Uma verdadeira coleção de ambientes e uma orquestração que nos remete ao inesquecível Hans Zimmer. Em apenas três meses, o compositor português apresenta seis singles de avanço para o seu primeiro álbum.

 

EGITANA