Viriatada Julho #5: RA-FA-EL, Wild Maui, Best Youth, Lon3r Johny, Entre Outros

Viriatada Julho #5: RA-FA-EL, Wild Maui, Best Youth, Lon3r Johny, Entre Outros

Redacção

Mais uma semana, mais uma ronda de Viriatada, o espaço que a AS dedica aos lançamentos da música portuguesa.

A música nacional merece ser partilhada. Existem novos lançamentos todos os dias, todas as semanas, todos os meses, e qualidade é coisa que não falta! A nossa rubrica Viriatada reúne alguns dos destaques da música portuguesa todas as semanas. Poupamos-te o trabalho, só tens de visitar a Arte Sonora, conhecer, ouvir e partilhar.

RA-FA-EL feat. PRIMEIRA DAMA – “Minho” // Já está disponível “Minho”, o segundo single para aquele que será o EP de estreia de RA-FA-EL, projecto a solo de Rafael Ferreira (Glockenwise, Evols, Septeto Interregional, Duquesa). Explorando e aprofundando o trabalho de Rafael Ferreira enquanto compositor, o novo projecto foge da clássica narrativa e estética de um álbum, assumindo-se como um sortido de canções e de sonoridades que vão variando de tema para tema. Embora seja um projecto a solo, existe aqui uma componente humana bastante alargada. «A premissa principal deste novo registo passa por criar os pilares para canções e deixar os remates finais para uma lista de convidados que irá escrever e cantar em cima de cada uma dessas bases», esclarece o artista. “Minho” conta com composição original de RA-FA-EL e voz e letra de Manuel Lourenço (Primeira Dama). Ao longo dos próximos meses serão reveladas as restantes colaborações deste disco.

THEO – “The World is Not the Same” // Depois do lançamento do single de estreia “The World is Not the Same”, chega agora o segundo disco de Theo – “The World is Not the Same”, disponível em todas as plataformas digitais, e também em formato físico. João Gonçalves é um artista vimaranense (oriundo das Caldas das Taipas), que lançou em 2019 o seu projecto a solo, Theo. Conta nesta aventura com o seu amigo de longa data Pedro Conde. “Sinner” foi o disco de estreia seguido de um single já em 2021, “Um céu para o meu cão”, e agora tem para apresentar novo disco, “The World is Not the Same”, do qual já tinha sido avançado o primeiro single homónimo, cujo vídeo podes ver aqui. Entretanto, Theo tem passado por imensas rádios nacionais e não só, e fez a sua primeira aparição ao vivo também este ano. Brevemente serão anunciadas novas datas.

LEFT. – “Perspective” // Este é o primeiro capítulo musical do caminho de António Graça enquanto LEFT., agora consolidado em forma de álbum, disponível aqui. Depois de registar excelentes números em streaming (+ 5 millhões de streams) com os singles de avanço “Indigo”, “Love” ou “Confident”, LEFT. aproveita o lançamento do LP para preencher os detalhes narrativos que faltavam à mensagem-chave por trás da música: «Se tudo depende de uma perspectiva, então tudo é perspectiva. A confiança e a insegurança, o amor e o ódio, a fé e a descrença: são tudo adaptações da mesma essência, com cores diferentes. Tudo é verdade, tudo é mentira. Depende da perspectiva». LEFT. prepara agora o concerto de lançamento de álbum dia 5 de Agosto na Casa do Capitão.

COBRA AO PESCOÇO – “Vera Ferida” // Os Cobra ao Pescoço de David Taylor (Voz), Emanuel Charana (Baixo), Gil Morais (Guitarra) e Lara Soft (Bateria) continuam a apresentar dividendos de “Deus Mastiga”, álbum de estreia que será editado no final de 2021. «Após a instalação do lado caótico e energético com os temas “Alpha Meme” e “Simone”, “Vera Ferida” é o terceiro single e provavelmente o take mais emocional que constitui o futuro álbum. Desta vez o groove pungente, as guitarras cristalinas, os poemas melancólicos e os refrões dissonantes apresentam uma receita post-punk intima, sincera e desconcertante». Lançado a 19 de Julho, o tema conta já com presença em presença em playlists como All New Rock e New Music Friday Portugal. Disponível está já o vídeo oficial dirigido pela banda e realizado por Pedro Cardoso com o apoio de Filipe Gomes. Dispara o play.

SÉRGIO DA SILVA – “Saudade é o teu nome” // Sérgio da Silva vem do Fado, estudou no Conservatório de Setúbal, passou pelas Jovens Vozes de Lisboa no São Carlos, actuou no Belém Art Fest, e já pisou palcos como o Campo Pequeno, o CCB, o Salão Preto e Prata, o São Luiz, o São Jorge e o Tivoli. Internacionalmente já fez espectáculos na Alemanha, França, Finlândia, Itália e Roménia. Agora apresenta-se com o tema “Saudade é o teu nome”. Com produção de Mike11, o virtuoso da guitarra portuguesa que está a conquistar os EUA, nasce “Saudade é o teu nome” pela voz de Sérgio da Silva. «Esta música é um projecto-amor. Pode ser mais um produto do confinamento ou uma carta à saudade, escrita de peito aberto. Mas é, assumidamente, para todos os que adiam para amanhã o desejo cru de dançar hoje, em liberdade».

MAURA AIREZ – “Fado Nação” // “Fado Nação” é o título do novo tema de Maura Airez, composto por Rita Dias e Filipe Almeida, produzido por Mário Pacheco e misturado por Fernando Nunes. Conta com a participação de Bernardo Couto (Guitarra Portuguesa), Flávio Cardoso (Viola de fado) e Marino de Freitas (Baixo).

DJ ALGORE – “Mixtape De Rajada” // O DJ Algore juntou 19 MC’s, maioritariamente da Nova Escola, e que rimam por cima de 15 beats, uns conhecidos, e outros originais. Nesta iniciativa, que junta MC’s de Lisboa, Margem Sul, Évora e Algarve e que faz, sem dúvida, lembrar outros tempos, «procurámos apoiar o rap underground português, dando condições de gravação e estrutura a artistas que muitas vezes não os têm». Num disco onde todas as músicas são unidas numa faixa contínua, de forma a poder ser escutado de seguida sem pausas, e com a benção de Cruzfader e Kronic, dois dos pioneiros das Mixtapes em Portugal, DJ Algore «procura trazer de volta o rap puro, que parece ter ficado esquecido».

KAVI KOVI AND THE SHADOW DWELLERS – “Supervillain” // Este projecto é liderado por Kavi Kovi. Músico, vocalista e compositor desde os tempos de adolescência, toma como ponto de partida «diversos estilos de música rock das últimas décadas por forma a conjurar uma estética acessível mas enigmática, antémica mas introspectiva, com letras tanto universais como abstractas». Decidiu agora fazer o registo das suas músicas neste álbum de estreia, convidando músicos de vários estilos musicais e vários projectos. O primeiro single, “Supervillain”, é uma «aposta Pop rock com um amplo refrão e melodias orelhudas». O álbum de estreia, “Imago”, será lançado no final de Setembro, nos formatos físico e digital.

SARA CRUZ – “Sunday Riddles” // “Sunday Riddles” é o novo single de Sara Cruz, com «sonoridade renovada e composição poderosa, que nos vem relembrar das suas admiráveis capacidades enquanto songwiter. Neste tema testemunhamos o reconhecimento de uma procura solitária e ansiosa na confusão da nossa própria mente, que pode ser um lugar tanto de luz como de sombra. Ouvimos, em tom de confissão colectiva, “we’re all lonely, trying to fight it” e entendemos rapidamente que Sara Cruz está a explorar na sua escrita novas e complexas questões. A letra é visual e metafórica, e a sonoridade acompanha a história em todas as suas cores e profundidade, oferecendo-nos um vislumbre do notável crescimento da artista no último ano». O tema foi gravado entre os Açores, no seu home studio, e Lisboa, com produção de Luar, artista com quem Sara colaborou, juntamente com LEFT, na música “Rest”, que conta com cerca de 850.000 streams no Spotify.

TOMÁS MEIRELLES – “Não Olhes Para Trás” // “Não Olhes Para Trás” é o nome do segundo single lançado pelo jovem artista Tomás Meirelles e já se encontra disponível em todas as plataformas digitais. “Não Olhes Para Trás” conta uma história com que todos os ouvintes se podem identificar, abordando uma temática universal: a vontade de enfrentar os medos e seguir os sonhos, sem olhar para trás. O vocalista revela: «Escrevi esta música a pensar na minha ambição de ser artista. Depois de um ano atípico como este que passou, acredito que o novo tema ‘Não olhes para trás’ poderá ser o empurrão e o incentivo que precisamos para nos reerguermos e voltarmos a lutar pelo que realmente sonhamos!». O videoclipe que ilustra este novo single, protagonizado pelo actor Lourenço Mimoso, foi filmado em Oeiras, com a ajuda de uma equipa formada por amigos e família. O vídeo conta a história de um rapaz que está prestes a começar a sua viagem e a concretização dos seus sonhos.

MARIA MONTE – “Primavera” // Este tema faz parte do EP “Laços”, recentemente lançado nas plataformas digitais. Num estilo que a artista considera smooth jazz, o tema “Primavera” invoca a «esperança em tempo de pandemia». Todos os temas do EP combinam ainda as nuances emocionais que impactam as cidades Lisboa e Macau, com uma densidade rítmica correspondente. “Laços” foi gravado no Colibri Studios em Londres, Pimenta Preta em Lisboa e Macau Records. Tem a produção do músico natural de Macau, João Caetano, e a participação de músicos de jazz londrinos de craveira internacional, e arranjos da dupla João Caetano e Karme Caruso. Inclui temas originais, letra e música da cantora e do produtor.

THIMOW – “Sonhei” // O novo single “Sonhei” já se encontra disponível com video clip no canal de youtube de Thimow (Miranda Eloquente). Conta com a participação de Elísio Pereira, o Video foi um apanhado de vários filmes que foram se encaixando na música e que foi dando sentido ao tema. Este é um dos temas que fará parte do primeiro EP, “Um Ateu não praticante”, a ser lançado ao longo do ano.

SCHNEK SCHANELI – “Oásis” // “Oásis” é o primeiro single de “Pausa Comercial”, o EP de estreia de Schnek Schaneli,  que irá sair no último trimestre deste ano. O EP será composto por seis faixas. O primeiro avanço e tema de abertura é “Oásis”. Com produção de Sylvester, “Oásis” é «um desabafo e uma biografia, em tom ligeiramente sarcástico, do que Schnek procura e tenta enfrentar no seu dia-a-dia». “Oásis” é o passar de pensamentos e visões para hip hop abstracto que conta com influências como Earl Sweatshirt ou Halloween.

BLAYA feat. SUPA SQUAD – “Não Devo Nada” // Blaya lançou um novo single, “Não Devo Nada”. Uma composição de Blaya e Marley, que também assumiu a produção. O tema tem a participação especial da banda Supa Squad, formada por Mr. Marley e Zacky Man. O lançamento deste novo tema foi acompanhado por um Lyric video produzido pela Animavideo e que podes ver de seguida.

JOÃO ALEGRIA – “Vertical” // Já está cá fora a edição tripla de “Vertical”, antologia que reúne os trabalhos de João Alegria compostos entre 2011 e 2021. «Aquela que é a nossa mais ambiciosa edição até à data é também um gesto de admiração e celebração da carreira de um dos mais intrigantes guitarristas nacionais». Três temas longos divididos por outros tantos discos, propositadamente repensados e reordenados semi-cronologicamente para uma lógica de audição profunda: “Vertical” é uma «viagem pela calada da noite feita à boleia de uma guitarra e as suas possibilidades sónicas. Êxtase sónico pontuado por longos drones e paisagens introspectivas, com uma dimensão intrínseca e marcadamente telúrica». Um final de um ciclo que termina para se iniciar outro. “Vertical” foi gravado e produzido por João Alegria, com masterização de André Teixeira.

WILD MAUI – “Youth” // “Dark Matter” é o segundo EP de André Ferreira aka Wild Maui, e conta a história de uma personagem que procura a sua própria libertação, mas, acima de tudo, de aceitar a sua percepção real sobre o mundo e a vida. Esta personagem irá partilhar convosco 5 músicas que constituem 5 passos catárticos até atingir a plenitude que tanto procura, através de uma história única e contínua, assente numa sonoridade que contempla os estilos Dark Wave e Witch House. “Youth” é o quarto momento a ser apresentado, onde a personagem, após concluído o seu profundo processo catártico, descobre que «é fundamental voltar às suas origens para se sentir mais conectado consigo mesmo e com os que o cercam. Este estado de libertação não pode ser interpretada como uma resolução final dos seus problemas, mas sim como uma continuação de sua constante autodescoberta».

LON3R JOHNY – “SKRT” // Lon3r Johny apresenta “SKRT”, o segundo single extraído de “Dubai Tape”. Desta trilogia que conta com as colaborações de Cripta e DJ Fifty foi também retirado o single “Own Lane”, já a tocar em várias rádios nacionais. Depois de “A Nave Vai Em Tour”, surge este EP a antecede o lançamento do primeiro álbum oficial do artista.

BEST YOUTH – “Rumba Nera” // A nova produção dos Best Youth chega acompanhada de um videoclipe cinematográfico assinado por André Tentugal e conta com a participação do actor Francisco Reimão. O novo tema revela sonoridades «pouco vulgares no indie pop de raiz electrónica que preconizam. Desde logo, referências aos ritmos latinos detectáveis na escolha do título. E, menos frequente, construções melódicas próximas da composição barroca, em que é reconhecível a audição das Variações de Goldberg, as peças assinadas por Bach em meados do século XVIII. Universos sonoros aparentemente distantes que os Best Youth compatibilizam com a sua marca musical». A estreia ao vivo de “Rumba Nera” vai ocorrer no próximo dia 6 de Agosto, aquando do espectáculo que o grupo vai dar em Chaves, integrado no Festival N2.

GONÇALO E PRONTO – “Rescaldo” // A letra de “Rescaldo” foi escrita durante o ano passado e faz parte de um conjunto de faixas que o artista irá lançar até ao final do ano. “Rescaldo” fala sobre estar preso ao passado e conta a história de alguém que guarda as suas melhores memórias na esperança de as conseguir reviver com a mesma emoção e intensidade, sem se aperceber que está a perder a oportunidade de criar novas memórias. A letra e a música são de Gonçalo e Pronto, captação e produção de Ana Ribeiro (Momma T), Mix de Marco Cunha e Master de Nuno Monteiro. “Rescaldo” vai contar também com videoclipe, realizado por Jorge de Almeida. O Design Gráfico pertence à Leonor de Almeida.

MAYZE X FARIA – “Starlight”// “Starlight” é a nova faixa da dupla portuguesa Mayze X Faria, conta nas vocais com a  britânica BIM e tem o carimbo da americana Deep Root Records. O duo formado por Jonh Mayze e Miguel Faria regressa às suas raízes nesta season com um tema que com a  sua melodia nos envolve em toda a sua plenitude. A entrega da voz da BIM e a letra da canção escrita pela artista, eleva o patamar na produção made by Mayze X Faria, trazendo aos nossos tempos uma sonoridade que nos faz viajar “à luz das estrelas”. A música “Starlight”  «é um hino à liberdade de podermos todos voltar a dançar, sem regras e sem barreiras, e onde o house music surge como porta-bandeira dessa imensa felicidade que traz para quem o ouve.» A track está disponível em todas as plataformas.

EGITANA