Vodafone Paredes de Coura Adiado

Vodafone Paredes de Coura Adiado

Redacção
Teresa Mesquita

A notícia que já se esperava foi anunciada oficialmente pelo Festival Paredes de Coura. O festival foi adiado para 2022…

Pixies, IDLES, Mac DeMarco ou Viagra Boys, Explosions in the Sky e HAAi eram nomes em cartaz para o festival da Praia Fluvial do Taboão de 19 a 22 de Agosto de 2020. A pandemia adiou tudo. A organização manteve muito do cartaz para a 28.ª edição do Vodafone Paredes de Coura, reagendada de 18 a 21 de Agosto de 2021.

L’Impératrice, Mac DeMarco, Mão Morta, Nu Guinea, The Comet Is Coming, Yellow Days e Yves Tumor & Its Band juntavam-se a Alex G, BadBadNotGood, Beabadoobee, Floanting Points (Live), HAAi, IDLES, Jarvis Cocker presents JARV IS…, Mall Grab, Pixies, Princess Nokia, Slowthai, Squid e Woods. Mas, mesmo com a vacinação em bom ritmo, a situação ainda não é a ideal e, tal como outros festivais, também o Paredes de Coura será adiado, uma vez mais, para 2022.

De seguida, podes ler o comunicado oficial da organização:

«O nosso maior medo tornou-se realidade. Pela segunda vez somos obrigados a parar. Tudo prometia um ano melhor, um verão de celebração, de dias longos passados com quem mais gostamos, de tardes recheadas de música, de dança e de muita alegria. Ia ser o ano dos abraços, aquele em que íamos festejar mais, viver mais, amar mais, mas com muito peso no coração somos obrigados a admitir que ainda não é desta. Um futuro risonho aproxima-se, mas não chegou rápido o suficiente para voltarmos. Não haverá Vodafone Paredes de Coura este ano. Todas as incertezas e constantes alterações nos procedimentos do regresso dos espectáculos ao vivo levam-nos com muita mágoa a admitir que esta é a decisão mais sensata a tomar. Estes últimos meses foram passados numa constante dedicação à procura de uma ideia que tornasse possível a celebração desta edição do Vodafone Paredes de Coura. Foram elaborados planos alternativos, soluções invulgares, rotas improvisadas, que infelizmente não podemos colocar em prática. Voltamos a agradecer a todos os que nos acompanham, por todo o apoio e carinho. Agradecemos ao nosso público, aos artistas, aos patrocinadores e à nossa equipa, a todos que voltaram a acreditar e a lutar ao nosso lado até ao último instante».

Foram também dadas indicações aos portadores de bilhete.

«Todos os bilhetes adquiridos para as edições de 2020 e 2021 são válidos para a edição de 2022 do Vodafone Paredes de Coura. Se por algum motivo não puderem comparecer na próxima edição podem efectuar o pedido de reembolso entre o dia 18 de Agosto e o dia 6 de Setembro de 2021, através de um formulário criado para o efeito e que estará disponível no nosso site. Todos os portadores de bilhetes para o Vodafone Paredes de Coura 2021 não têm possibilidade de reembolso no momento, podendo, no entanto, solicitar a sua substituição nos termos legalmente previstos. Sempre que decidem manter o vosso bilhete para a próxima edição estão a ajudar toda a comunidade que envolve o festival neste momento tão difícil. A necessidade de partilhar cultura e música ao vivo nunca perderá a sua importância.

«Agora só podemos imaginar como será regressar ao habitat natural da música e encontramo-nos após esta tão longa e triste ausência. A promessa continua», fecha o comunicado do Paredes de Coura.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA