Yes Anunciam Novo Álbum “The Quest”

Yes Anunciam Novo Álbum “The Quest”

Redacção

Os Yes estão de volta aos discos originais com “The Quest”. O 22º álbum de estúdio da lendária banda de prog-rock chega a 1 de Outubro.

«É simplesmente uma honra para mim ter a oportunidade de reunir os membros da banda no desenvolvimento de um conjunto bem definido de canções que captem o verdadeiro potencial da banda», disse o guitarrista Steve Howe, que também produziu o álbum.

O álbum foi escrito em finais de 2019 e em 2020 com a actual formação da banda: além de Steve Howe, fazem parte o baterista de longa data Alan White, o teclista Geoff Downes, o vocalista Jon Davison e o multi-instrumentista Billy Sherwood. A percussão adicional foi fornecida pelo colaborador frequente ao vivo Jay Schellen. «Encomendámos várias orquestrações para aumentar e melhorar o som global destas novas gravações», frisou Howe, acrescentando: «Esperamos que a ênfase na melodia, juntamente com algumas expansivas pausas instrumentais a solo, mantenha o ímpeto para os nossos ouvintes».

As pré-encomendas para o novo álbum dos “Yes” – duplo CD, duplo vinil, Blu-Ray áudio 5.1 e digital – começam a 23 de Julho via InsideOutMusic/Sony. Com o anúncio do seu 22º álbum de estúdio, os Yes revelaram ainda a capa e alinhamento das 11 canções que serão conhecidas a 1 de Outubro. A ilustração colorida de Roger Dean evoca o aspecto intemporal dos álbuns clássicos da banda. O icónico logótipo dos Yes é reproduzido num estilo de vidro manchado, e a imensa paisagem acena ao ouvinte para embarcar na viagem sónica.

CD1 01. The Ice Bridge 02. Dare to Know 03. Minus the Man 04. Leave Well Alone 05. The Western Edge 06. Future Memories 07. Music to My Ears 08. A Living Island
CD2 01. Sister Sleeping Soul 02. Mystery Tour 03. Damaged World

Recentemente, os Yes estrearam a reedição de “From A Page” que inclui quatro gravações feitas pelo line-up constituído por Chris Squire, Alan White, Steve Howe, Oliver Wakeman e Benoit David entre 2009 e 2010, que não foram depois utilizadas em “Fly From Here”, de 2011.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA