AS Podcast Powered By Shure III: Micros DIY Ensaios e Primeiros Palcos

AS Podcast Powered By Shure III: Micros DIY Ensaios e Primeiros Palcos

Redacção

Impulsionada por uma parceria com a EARPRO e a SHURE, a Arte Sonora estreia-se no universo dos podcasts. Neste terceiro episódio, deixamos algumas dicas e ideias de base sobre microfones, cuja versatilidade permite experimentarem captar várias configurações de backline e vários géneros musicais, numa conversa que nos leva das salas de ensaios a pequenos palcos como o saudoso Sabotage, o RCA Club ou o Musicbox.

No final de Março de 2021, a Arte Sonora e a EARPRO, representante ibérica da prestigiada marca de microfones Shure, promoveram o webinar “SHURE MOTIV: Soluções de Microfones para Streaming & Home Recording”, sobre os diferentes modelos de microfonia digital da gama MOTIV e como são extraordinárias ferramentas para criadores como podcasters, vloggers, músicos ou jornalistas. Ainda podem encontrar o vídeo e áudio desse evento no artigo que lhe dedicámos.

À boleia dessa iniciativa, a Shure incitou-nos a desenvolver a parceria e criar um podcast Arte Sonora. Era algo que tardava e, com esse empurrão final, decidimos criar o “Arte Sonora Powered By Shure”. Para episódio piloto decidimos colocar frente a frente o Nero, o nosso actual editor, e a Tânia Ferreira, fundadora da Arte Sonora e primeira editora da revista.

No segundo episódio, entramos num tópico mais prático. Quais os melhores microfones para gravarem os vossos projectos, musicais ou de comunicação. Assunto de “pana para mangas” que procurámos simplificar. O que tentamos fazer também neste terceiro episódio, no qual versamos sobre bons microfones de gamas mais económicas e o que é essencial “micar” na vossa sala de ensaios e depois, quando derem o pulo, em pequenas e médias produções, em palcos como o extinto Sabotage, o RCA Club ou mesmo o Musibox e todas as salas desse género.

Tornamos a conversar com o Paulo Basílio, do Buzzroom Studio, um fervoroso fã de modelos Shure. Todabia, seria inevitável ter um maior foco, considerando o contexto, em unidades lendárias como o SM58, o SM57, ou até as versões Beta. De resto, deixamos ainda algumas dicas e ideias de base sobre como gravar e as principais características dos microfones, cuja versatilidade permite experimentarem captar vários instrumentos e vários géneros musicais, numa conversa que deixa ainda pistas sobre o que é indispensável para com pouco fazerem muito.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.

FENDER