AS10 Quincy Jones

AS10 Quincy Jones

Nero

Depois de uma carreira de enorme reputação como trompetista, Quincy Jones tornou-se num dos mais importantes produtores da indústria discográfica, tendo reinventado Michael Jackson.

Antes de se tornar um dos maiores nomes da produção, Quincy Jones foi um trompetista de reputação considerável e com uma história associada a outros nomes lendários. Amigo de juventude de Ray Charles (conheceram-se em Seattle) chegou a director musical/trompetista para Dizzye Gillespie.

Depois tornou-se compositor e arranjista para artistas como Sarah Vaughan, Gene Krupa, Frank Sinatra (“Fly Me to the Moon”, que Jones arranjou para Sinatra, foi a primeira música que os astronautas colocaram a tocar quando a missão da NASA aterrou em solo lunar em 1969) ou Duke Ellington.

quincy jones

É a individualidade com mais nomeações e prémios Grammy de sempre. Foi também, em parceria com Bob Russel, o primeiro afro-americano de sempre a receber um Óscar para Melhor Canção Original, com o tema “The Eyes of Love”, no filme “Banning”.

Além do universo jazz, tornou-se acima de tudo conhecido em qualquer canto do mundo por ter trabalhado com Michael Jackson naqueles que são os álbuns clássicos deste, “Off the Wall”, Thriller” e “Bad”. Eis 10 escolhas da sua discografia que podiam ser 100…

FENDER