AS#57: Revista digital de Julho já disponível

AS#57: Revista digital de Julho já disponível

Redacção

John Mclaughlin, Joe Bonamassa, a ferocidade dos Killimanjaro e uma montanha de gear, com o foco na Summer Namm.

Summer NAMM vai crescendo em importância, quiçá impulsionada pela hierofania de uma cidade como Nashville. Mais que a revisão que as marcas fazem às suas linhas de produção do ano, o evento começa a ganhar um carácter especial, devido à apresentação de produtos mais específicos, como edições limitadas e modelos bastante especiais. Exemplos do inovador Zynthian, das obras Custom Shop da Fender, como o Blues Jr. construído com pipas de bourbon ou a Strat de assinatura de Pete Townshend [The Who], ou um dos amps alvo de maiores rumores nos últimos anos, um plexi da EVH, levando-nos às origens sonoras de Van Halen. Nesta edição, olhamos com especial destaque a feira de Nashville.

Com o foco em gear com carácter vintage, rodamos a Epiphone Wildkat, uma das melhores semi-hollow que podem encontrar num escalão económico acessível. Visualmente elegante e com uma construção sólida, com P90’s e ponte Bisgby, é uma guitarra que, com o selo Gibson ou Gretsch, seria facilmente vendida ao dobro do preço. Um verdadeiro achado! Achados de outro calibre são os modelos de guitarras e amps favoritos de Joe Bonamassa. O guitarrista, um ávido coleccionador, apresenta as suas peças de eleição – das mais raras às que maior significado emocional possuem para si. Em jeito de retrospectiva, John McLaughlin, que está de passagem por Portugal, revê as diferentes fases da sua carreira. Um percurso que dispensa apresentações e que impera conhecer. Desde a descoberta de Miles Davis e John Coltrane, o impacto das lendas no seu som, passando pela exuberância e sumptuosidade de Mahavishnu Orchestra e Shakti. É um dos maiores nomes de sempre da guitarra eléctrica e um dos pioneiros no uso de modelos double neck.

VÊ AQUI UM PREVIEW!

Estivemos com Throes & The Shine, na apresentação de “Wanga”, no LUX, para registar a fusão de material analógico e digital que colora o seu som e descobrir a nova vida da banda sob o selo da Discotexas. Também com novo trabalho, o explosivo EP “Shroud”, os Killimanjaro assumem a capa desta edição. Mais rápidos, mais eléctricos e mais pesados. O power trio de Barcelos é como uma suma rock ‘n’ roll. O guitarrista José Roberto Gomes fala-nos nas gravações e no significado do trabalho. Olhamos ainda, com deslumbramento inevitável o atractivo e complexo “A Moon Shaped Pool”, o 9º LP de Radiohead. E Nuno Calado recomenda-nos o vibrante documentário dos Twisted Sister que, mais que anotar um percurso histórico e biográfico, é uma gratificante visão sobre a indústria musical e o quanto vale a essência de uma banda…

Podes adquirir esta edição da Arte Sonora por apenas 1€. Compra aqui!

 

FENDER