Brody Dalle estreia Diploid Love

Brody Dalle estreia Diploid Love

Nero

Entre 1998 e 2006, Brody Dalle liderou os The Distillers. Depois seguiu-se Spinnerette e o casamento com Josh Homme, em 2007, que criou espaço para a colaboração da guitarrista com os Queens of the Stone Age ou Eagles of Death Metal.

Mas Brody é tudo menos a esposa tipo “prémio” de uma rockstar. “Diploid Love”, o seu álbum de estreia a solo é um mimo de rock directo, alternativo, com um sabor punk. Brody não é tola ao ponto de esbanjar oportunidades como o excelente som de guitarra que o produtor Alain Johannes desenvolveu para os QOTSA, ao qual Brody acrescenta uma voz tão cruel como quente e sensual. O álbum mostra a música muito mais capaz de congregar agressividade e fidelidade estética a um maior sentido melódico e dinâmica na perfomance. Por exemplo, o corpo electrónico do tema “Dressed In Dreams” ou “Carry On” seria algo muito próximo do impossível de ouvir na atitude sonora “fundamentalista” de Brody em The Distillers. Influências que Brody sempre assumiu abertamente como incontornáveis, como é o caso de Nirvana e Hole, são dois dos pilares estéticos do disco.

“Diploid Love” conta com colaborações de Shirley Manson [Garbage], Nick Valensi [The Strokes], Michael Shuman [Queens of the Stone Age] e Emily Kokal [Warpaint].

FENDER