A Origem Gibson

A Origem Gibson

Nero

No dia 10 de Outubro de 1902 foi criada a marca de guitarras Gibson Mandolin!

Por 1894, Orville Gibson trabalhava numa pequena oficina no Michigan quando se decidiu a criar a sua própria linha de bandolins e guitarras. O lendário construtor morreu um ano antes do engenheiro acústico Lloyd Loar, que era também um famoso executante de bandolim, entrar para Gibson, em 1919. Foi sob a sua tutela e seguindo os conceitos originais de Orville que surgiram o Master Model F-5 (bandolim) e L-5 (guitarra) – os primeiros instrumentos fretados da história a possuírem os recortes/buracos “f”.

Gibson Master Model L-5.

Gibson Master Model L-5.

Apenas em 1936 seria produzida a primeira guitarra electrificada da Gibson, a ES-150 e dez anos mais tarde o lendário single coil P-90, que surgiria também no primeiro modelo Les Paul, em 1952. A Les Paul, uma colaboração entre a Gibson e o próprio guitarrista que dá nome à guitarra, foi uma resposta ao frenesim que a Fender criou com a Telecaster, ali à volta de 1948/1951.

Construída em 1936, em 1937 surgiu então em público a ES-150 – a “Electric Spanish” misturava a nova tecnologia magnética de pickups com o design arch-top. Quando clarinetista Benny Goodman, o “Rei do Swing”, contratou um jovem Charlie Christian para ser guitarrista na sua banda e este ligou a ES-150 a um amplificador estava encontrado o mais popular instrumento de lead na história da música, a guitarra eléctrica!

Dez anos mais tarde surgiu o lendário single coil P-90. Depois, em 1952, a Gibson precisava de responder à invenção de Leo Fender, que criara a Mãe do rock n’ roll, a Telecaster. Então a marca juntou esforços com o guitarrista Lester William Polsfuss e surgiu o Santo Graal, a Gibson Les Paul.

A marca gozou de décadas de prestígio e esteve presente no desenvolvimento do hard rock (podes ler em profundidade sobre os 50 anos deste género musical na nova AS impressa). Contudo, nos tempos mais recentes enfrentou a catástrofe. Já com uma nova direcção, a marca tem procurado reerguer-se, mas os últimos meses têm sido marcados por polémica.