Angus Young, SG Gigante

Angus Young, SG Gigante

Nero

Desde o primeiro modelo de 70 ao de assinatura do segundo milénio. As Gibson SG mais famosas do guitarrista de AC/DC.

Irmão caçula de Malcom, Angus McKinnon Young não descansou enquanto não se juntou aos rapazes mais velhos para se tornar no guitarrista principal dos AC/DC e um dos maiores nomes no panteão da guitarra eléctrica. Usando rigs relativamente simples ao longo dos anos, os modelos de guitarra SG tornaram-se parte da sua própria imagem e som.

Os modelos SG da Gibson, em 1970. A primeira guitarra de Angus Young é o modelo Standard Walnut.

Os modelos SG da Gibson, em 1970. A primeira guitarra de Angus Young é o modelo Standard Walnut.

Fã do peso reduzido e do perfil fino do braço, o próprio Angus já chegou a referir possuir mais de 100 modelos SG, sendo impossível listar cada um deles. A primeira Gibson SG que comprou foi um modelo do início da década de 70, com o tremolo Lyre Maestro e dois PAF como pickups. Com essa guitarra iniciou a sua carreira e gravou os primeiros álbuns de AC/DC até 78 ou 79, ou seja, “High Voltage”, “T.N.T.”, “Dirty Deeds Done Dirt Cheap”; “Let There Be Rock”, “Powerage” e “Highway To Hell” – uma lista impressionante!

A primeira SG de Angus, em 1978 (aprox.), completamente sovada!

A primeira SG de Angus, em 1978 (aprox.), completamente sovada!

1970/71 Gibson SG Standard | Comprada por volta de 1971, era Angus um chavalito de 16 anos. Originalmente, possuía um acabamento natural Walnut, com uma ponte tremolo Lyre Maestro e dois humbuckers PAF. Depois de “Powerage”, a guitarra sofreu alterações significativas, vendo a ponte original ser removida – ficando com o corpo esburacado onde estavam os parafusos e o pickup do braço foi alterado ou a sua cobertura simplesmente removida (não se sabe ao certo). Apesar da guitarra ser a favorita de Angus, este tratou-a sempre de forma bastante dura naqueles primeiros anos e há fotos da guitarra carregada com fita adesiva no fundo do corpo e na zona do jack. Há até teorias de que headstock, corpo e braço chegaram a ser partidos em concertos. Actualmente, a guitarra está “reformada”.

angus devil

Com o seu primeiro modelo bastante “sovado”, antes de “Highway To Hell” Angus comprou um par de modelos SG na Big Apple, entre elas um modelo bastante similar à sua primeira guitarra. Com acabamento Cherry Red, ponte tremolo Maestro, corpo e braço em mogno, foi a protagonista na digressão de “Highway To Hell”, mantendo esse papel até, pelo menos, 1981. Gravou também o tremendo “Back In Black”.

Brian Johnson carrega Angus Young e a Jaydee Custom SG.

Brian Johnson carrega Angus Young e a Jaydee Custom SG.

Jaydee | Esta guitarra foi construída em 1981, pelo luthier britânico John Diggins, que a ofereceu a Angus Young na véspera do histórico concerto de AC/DC, em Donington, no Monsters Of Rock desse ano. Angus, impressionado com o modelo, usou-a logo nesse concerto. Tem corpo e braço em mogno, com os inlays “relâmpagos” (a primeira vez que este detalhe de acabamento surgiu nas suas guitarras), binding branco no braço e headstock e o hardware é dourado. Os pickups são um par de Jaydee Hooligan.

angus seymour duncan zebra

1968 Gibson SG Standard | Depois de Jaydee, Angus voltou aos modelos clássicos, dos anos 70 e, em particular a um modelo de ’68, bastante parecido com o que usou em “Back In Black”. Mas esta guitarra que gravou “Flick Of The Switch” (não é a que surge, no entanto, nesse vídeo single) possuía uma configuração diferente de pickups. Tudo indica que o pickup do braço seria um Seymour Duncan SH-PG1 e o pickup da ponte parece ser , tal como na guitarra de John Diggins, um Jaydee Hooligan.

A Gibson SG Angus Young foi inspirada no primeiro modelo que o guitarrista comprou aos 16 anos

ay sg

Gibson SG Angus Young Signature | Foi em 2000 que o guitarrista e a Gibson trabalharam em conjunto para criar a guitarra de assinatura de Angus Young. Como base usaram o modelo do início dos anos 70, o primeiro comprado por Angus. Nos pickups surge um modelo criado pelo músico em colaboração com a Seymour Duncan, baseado no SH-PG1, e um ’57 Classic Humbucker (braço). Há um par de versões diferentes dos modelos. Alguns surgem com o tremolo Maestro, uns possuem um pickguard mais reduzido e alguns possuem o inlay “Devil Schoolboy” no headstock.

Estas serão as mais célebres, mas o guitarrista vai alterando de modelos (e de modelos principais) várias vezes. Por exemplo, no concerto gravado na Argentina em 2009, a guitarra mais usada foi um modelo SG Standard com acabamento preto.