BOSS Heavy Metal Waza Craft, O Regresso da Lenda do Death Metal

BOSS Heavy Metal Waza Craft, O Regresso da Lenda do Death Metal

Nero

Eis todos os detalhes sobre o altamente antecipado pedal BOSS HM-2W Heavy Metal Waza Craft! O novo HM-2W está carregado de funcionalidades, incluindo um noise floor muito mais aperfeiçoado, +3dB de nível e um modo custom totalmente novo.

Produzido desde 1983 até 1991, o BOSS HM-2 Heavy Metal é uma verdadeira lenda na história dos pedais de distorção. O seu som de “chainsaw” característico com todos os knobs no máximo é a definição do death metal sueco, e as opções ligeiramente mais suaves da sua personalidade podem ser ouvidas em músicas do mainstream até ao shoegaze. Após anos de pedidos dos fãs hardcore do HM-2, o pedal icónico está de regresso três décadas depois – disponível numa edição Waza Craft especial.

O HM-2W proporciona o som analógico autêntico do original em toda a sua glória, em conjunto com muitas melhorias modernas e performance otimizada. Quando o HM-2W está no modo Standard, o som e a resposta do pedal HM-2 original são reproduzidos com 100% de autenticidade. Também foi possível adicionar algumas melhorias modernas sem afectar o som, incluindo a redução do ruído de fundo e a expansão do nível máximo em 3 dB. E com o buffer Waza Craft premium no circuito, o som é melhorado quando o pedal está em bypass. Com os knobs todos os máximo temos o som do death metal sueco, e podes conjugar uma vasta gama de sons para outros estilos com a distorção sensível e controlos de som.

O modo Custom do HM-2W oferece um carácter sonoro semelhante ao modo Standard, mas com um bocadinho mais de tudo. O drive stage oferece um pouco mais de ganho e inclui mais som fundamental da guitarra para ataque e nitidez extra. Além disso, as características graves e médias-altas foram modificadas para providenciar mais intensidade e definição. Em conjunto com o som original do HM-2, dedicámo-nos ao máximo para captar a aparência distinta, em laranja e preto, do pedal, incluindo o tamanho e posição das letras no painel. Todos os pedais Waza Craft incluem um interruptor de modo para alcance alargado, e foi colocado no topo do HM-2W para preservar a autêntica configuração de controlo do HM-2.

Desde o início, os engenheiros da BOSS têm estado comprometidos em alcançar os melhores sons de guitarra utilizando qualquer tecnologia necessária, desde circuitos analógicos old-school até DSP de alta-tecnologia. Este espírito entusiasta continua presente na série Waza Craft, entregando som excecional e resposta tátil através de componentes analógicos cuidadosamente selecionados, circuitos refinados e atenção minuciosa nos detalhes. No Japão, “Waza” é o termo correspondente a arte e técnica, e estes pedais de edição especial carregam com orgulho o símbolo Waza, que representa o pináculo do design e artesanato BOSS.

BREVE HISTÓRIA DO BOSS METAL ZONE

Antes do MT-2, o HM-2 Heavy Metal foi lançado em 1983. Foi o primeiro pedal da BOSS a mandar-se para o selvático mundo da distorção high-gain, há quem diga que foi mesmo o primeiro verdadeiro pedal high-gain de sempre. O pedal foi aproveitado pelos Metallica no seu álbum de estreia, “Kill’Em All”, logo nesse abno de ’83. Todavia, apesar de ter ajudado a criar um dos maiores bastiões do thrash metal, o HM-2 sofreu com o contexto histórico. Os mega concertos de rock, o hair metal e a NWOBHM eram quem ditava a lei.

No entanto, longe do mega circuito norte-americano e do glam da Sunset Boulevard, estava a crescer um imenso negrume no underground do norte da Europa, o death metal sueco e, particularmente os Entombed. Formados em ’87, os Entombed desenvolveram a sua sonoridade em torno do HM-2, criando um som aclamado e copiado. Como? Além dos níveis demenciais de distorção do pedal, a secação de mistura apresentava dois potenciómetros, o “L” (para fazer sobressair ou abafar as frequências graves) e o “H” (que actuava da mesma forma para as frequências médias). Precisamente quando os médios eram cortados criava-se uma equalização “escavada”, com boost nos extremos graves e agudos das frequências, mas com os graves algo sufocados. Bom, para ilustrar a ideia nada como pegarem nos três primeiros álbuns dos Entombed, “Lef Hand Path” (’90), “Clandestine” (’91) e “Wolverine Blues” (’93).

Apesar de estar na origem de dois dos mais intensos estilos de música extrema, o pedal manteve-se longe do mainstream musical e do sucesso comercial. A sua produção foi interrompida em 1991. Acontece que, nesse ano o thrash metal atingiu o seu zénite, ou melhor os Metallica sentaram-se de vez no trono do hard rock e do heavy metal, através do seu álbum homónimo (aka Black Album). Também os Anthrax, outros dos Big Four, atingiram aclamação mainstream na colaboração com os Public Enemy.

Foi sol de pouca dura e o rock virou para o reinado dos Nirvana, com os ducados dos Pearl Jam, Soundgarden, Smashing Pumpkins, etc. Mas a produção de uma linha de pedais não se muda de um dia para o outro e a BOSS viu-se com o seu novo pedal em mãos, o MT-2.

É uma adaptação (a marca chama-lhe evolução) do circuito do HM-2, oferecendo os mesmos controlos de volume e gain. Bom, sejamos honestos, com ainda muito gain (de sobra), mas sem a mesma quantidade dos modelos originais da década de 80. Os controlos “L” e “H” deram lugar aos EQs “High,” “Mid” e “Low” com +/-15dB boost ou atenuamento. A sua grande arma é potenciómetro mid-frequency, que permite definir (entre os 200hZ e os 5khZ) qual o espectro de frequências mais afectado pelos ajustes do boost/cut. O que ser perdeu em selvajaria, ganhou-se em subtileza e personalização.

Agora, o som original está de regresso em grande estilo. Mais detalhes na BOSS.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA