O Looper Monstruoso de Ed Sheeran

O Looper Monstruoso de Ed Sheeran

Redacção

É uma das coisas mais impressionantes relativamente a Ed Sheeran, a sua gigantesca loop station. Revemos o que se sabe sobre a unidade que o músico apelidou de Chewie (diminutivo do poderoso Chewbacca).

Talvez porque muitas pessoas não estão familiarizadas com o conceito de loop stations, o músico já foi várias vezes acusado de playback nos seus concertos. Bom, na verdade, uma loop station implica o conceito de playback, mas não limita uma performance nesse sentido. Recorrendo ao Google, é possível perceber várias coisas a respeito deste leviatã.

A unidade, que está na sua segunda versão, não existe no mercado, sendo um aparelho desenvolvido por Sheeran e pelos seus técnicos. A “Chewie II Monsta Looper” é, como o nome indica, um controlador de loops baseado no Ableton Live.

Com o Chewie, Sheeran controla a gravação, a reprodução e anulação dos loops. Também escolhe em que pistas irá gravar, num total de oito à sua disposição, sejam guitarras, vozes ou percussão. Depois ainda permite o recurso a vários tipos de processamento, como reverb, delays ou harmonizers. A unidade necessita de ter um técnico especificamente designado em digressão. No caso, Dave White.

Sabe-se que a primeira versão, pelo menos, controlava um Roland FC-300 MIDI, com acesso a um Mobius 2 VST (plug-in de looper para o Ableton). Acreditamos que a segunda versão tenha actualizações principalmente ao nível de interface e de memória. No Equipboard há mais detalhes sobre a unidade (abrir o link).

No vídeo em baixo, Ed Sheeran mostra em pormenor como a utiliza numa performance.