Gibson Nitrous Les Paul Studio

Timóteo Azevedo

A Gibson apresentou um novo modelo da gama Les Paul Studio, que junta algumas características bem conhecidas com novos acabamentos brilhantes. Responsabilidade da Gibson USA, a nova Nitrous Les Paul Studio apresenta-se como um instrumento que une a estética simples à versatilidade sonora.

O corpo apresenta a clássica combinação de mogno com tampo em maple, sendo que o mogno é torneado de maneira a formar um padrão de câmaras ressoantes em “teia” semelhante ao utilizado na 2012 Les Paul Standard. O objectivo é aliviar o peso do instrumento, e simultaneamente não prejudicar as qualidades tímbricas da guitarra. A Nitrous Les Paul Studio apresenta quatro cores possíveis, todas elas reminiscentes das pinturas metalizadas encontradas nos muscle cars americanos: Orange Glow, Vibrant Red, Electric Lime e Cosmic Cobalt. As cores são seladas e protegidas por um lacado nitroceluloso.

Ao corpo une-se um braço também em mogno, esculpido no perfil esguio dos modelos da década de 1960. O braço apresenta uma escala não orlada feita de granadillo meso-americano, com 24,75″ de comprimento, 22 trastes de tamanho jumbo médio e raio simples de 12″. No topo da escala encontramos a pestana de Corian, esculpida segundo o PLEK System da Gibson.

A versatilidade sonora da Nitrous Les Paul Studio vem dos dois pickups que equipam o instrumento, um humbucker 490R na posição de braço e um humbucker 498T na posição de ponte. O primeiro é bobinado de acordo com as especificações vintage dos humbuckers PAF, equipado com ímanes de Alnico II. O segundo tem uma bobinagem que proporciona mais força de sinal, construído com ímanes de Alnico V. Ambos os pickups estão inseridos num circuito com quatro condutores, em que os potenciómetros de volume para cada pickup têm a funcionalidade push-pull que permite separar as bobinas e fazer um humbucker funcionar como um single-coil. O 490R apresenta uma bobinagem e polaridade invertidas, o que significa que mesmo com ambos os pickups a funcionarem como single-coils consegue-se uma redução de ruído assinalável na posição média do selector (na qual ambos os pickups estão seleccionados, as outras duas opções são a selecção individual de cada captador). O timbre pode ainda ser moldado através de dois potenciómetros de tom, um para cada pickup.

As ferragens apresentam um acabamento cromado, encontrado nas coberturas dos pickups, na ponte Tune-O-Matic e respectivo estandarte e nas cravelhas Grover Tuners. A Nitrous Les Paul Studio traz incluído um estojo rígido preto com o logótipo Gibson USA e documentação sobre ajustes possíveis à guitarra e sobre a garantia.

EGITANA