Guild Introduz Novo Starfire e Uma Incomum Guitarra Barítono

Guild Introduz Novo Starfire e Uma Incomum Guitarra Barítono

Nero

A Guild apresentou três novas guitarras acústicas e uma actualização (em duas versões) do seu baixo Starfire para 2021.

As guitarras em estreia são os modelos BT-258E, BT-240E F-240E, dois deles são modelos barítono e o outro uma versão mais económica do formato Guild Jumbo.

A BT-258E é uma guitarra algo incomum, um modelo acústico barítono de oito cordas. Não se trata duma versão acústica duma guitarra de djent… O acordelamento e afinação não seguem o padrão das guitarras de oito cordas. É mais como uma guitarra barítono de seis cordas, com duas delas harmonizadas em oitava como numa guitarra de doze cordas, neste caso: B, E, a, A, d, D, F#, B. O corpo de formato Jumbo é construído em rosewood, com tampo em spruce.

A BT-240E (imagem seguinte) é bastante aproximada à BT-258E, mas possui apenas seis cordas e o corpo em em mogno, em vez de rosewood. A F-240E, a versão económica das Guild Jumbo, é construída  em mogno, com tampo em spruce. A escala é pau ferro, tal como a ponte. No pré temos uma unidade AP-1 (design da Fishman).

O Starfire I é, citando a Guild, «uma adaptação moderna da plataforma tradicional do Starfire Bass, um exemplo das características necessárias no baixo hollow body contemporâneo». Essas características incluem um corpo mais compacto, com espessura de 2.4”, tal como a escala mais reduzida em 30.75”, tudo para maior conforto do músico. A ponte tipo tune-o-matic liga com a tailpiece com o design harpeado.

Na electrónica está um par de pickups Guild BC-1 BiCoil, revestidos por cápsulas em níquel, com ímanes Alnico 5. Depois, podem optar entre a versão em maple no acabamento Vintage Walnut ou a versão em mogno no acabamento Cherry Red.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA