Moog Sound Studio

Moog Sound Studio

Redacção

A Moog Music Inc. introduziu no mercado o Moog Sound Studio, a que chama de «uma nova experiência de sintetizador semi-modular».

Concebido como uma porta de entrada para o mundo do modular, o novo Moog Sound Studio combina um par de instrumentos Moog e tudo o que precisas para começar a fazer música com esta verdadeira estação sonora. Há, na verdade, dois modelos Sound Studio à escolha: um contém o sintetizador analógico Mother-32 e o sintetizador de percussão DFAM, enquanto o outro inclui o sintetizador polirítmico mais experimental Subarmonicon e o DFAM. A tua escolha irá depender do tipo de experiência que desejas ter.

Cada Moog Sound Studio contém um áudio mixer e um hub de distribuição de energia, um kit de montagem em rack de dois níveis, cabos de patch e um organizador de cabos de patch, um livro de exercícios e de patch, materiais educativos, jogos para encorajar a experimentação e artwork personalizado.

É justo dizer que estes são mais do que meros bundles de sintetizadores, já que são kits criativos o suficiente para serem susceptíveis de apelar aos principiantes em particular.

A Moog Music diz que o conceito foi inspirado por ver pessoas a tocar e a aprender com o seu equipamento em eventos públicos, sendo ainda uma resposta ao feedback do público. Para mostrar do que estes meninos são capazes, a Moog lançou, no SoundCloud, um EP de 7 faixas intitulado “Explorations in Analog Synthesis”.

Cada faixa foi criada usando uma das duas combinações do Moog Sound Studio e contou com a participação de artistas como Bonobo, Peter Cottontale, Julianna Barwick, Dan Deacon, Madame Gandhi, Martial Canterel e Ela Minus.

Mais informações aqui.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.

EGITANA