Novo Proprietário do Audacity Clarifica Termos da Política de Privacidade do Editor Gratuito

Novo Proprietário do Audacity Clarifica Termos da Política de Privacidade do Editor Gratuito

Redacção

Muse Group responde às reivindicações de spyware relativamente ao editor de áudio gratuito e de código aberto Audacity.

O Muse Group, que é desde há pouco tempo proprietário do editor de áudio gratuito e de código aberto Audacity, está a procurar clarificar os termos da sua política de privacidade actualizada. No momento da aquisição, o novo proprietário do aclamado editor de áudio comprometeu-se a melhorar o conjunto de funcionalidades, mantendo o seu estatuto de software livre e de código aberto.

Contudo, surgiram algumas questões quando a empresa actualizou o seu Contributor License Agreement (CLA), que alguns membros da comunidade Audacity consideraram contrário aos valores do ecossistema de código aberto. Os utilizadores foram informados de que precisavam de assinar este acordo para poderem continuar a fazer parte do projecto Audacity.

A nova política de privacidade provocou uma consternação semelhante, com novos mecanismos de recolha de dados a suscitar apelos para que as pessoas desinstalassem o software. Isto significaria basicamente uma nova versão do software, criada sob regras de código aberto, mas sem a recolha de dados.

O Muse Group respondeu agora a estas preocupações, declarando que estas se devem «em grande parte a frases pouco claras na Política de Privacidade», garantindo que não serão partilhados dados com terceiros (“full-stop”) e que apenas serão recolhidos dados muito básicos – endereço de IP, informações do sistema (tipo de SO e CPU) e relatórios de erro.

A empresa diz que não recolhe quaisquer dados para além destes para qualquer fim, incluindo a transmissão a qualquer governo ou agência de aplicação da lei. Além disso, diz que os dados só serão partilhados se um tribunal os obrigar, e que os endereços de IP só são mantidos durante 24 horas.

A política de privacidade foi actualizada, diz o Muse Group, devido às novas características introduzidas na nova versão do Audacity (3.03) – recorde-se que o programa foi recentemente actualizado. Estas novas características incluem a actualização automática e a comunicação de erros, as quais exigem que os dados pessoais acima mencionados funcionem. Além disso, a versão actual (3.02) não recolhe quaisquer dados e a nova política de privacidade não se aplica à utilização offline da Audacity.

O Muse Group diz que está actualmente a trabalhar com a sua equipa jurídica na revisão da sua política de privacidade para comunicar mais claramente que tipo de dados irá recolher e porquê.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA