Rickenbacker 4003 AC, O Baixo de Al Cisneros

Rickenbacker 4003 AC, O Baixo de Al Cisneros

Redacção

A Rickenbacker criou um 4003 de assinatura para Al Cisneros. O baixo do guru dos OM e dos Sleep é um instrumento de elite, limitado a 420 réplicas.

Não há muitos baixistas no mundo, nem nunca houve, com um instrumento de assinatura da Rickenbacker. Al Cisneros é um deles. Estreado há, sensivelmente, um ano, o seu 4003 é um baixo capaz de abrir fissuras no tecido cósmico e está cheio de referências à devoção do músico pela cannabis, seja nos inlays verdes ao longo da escala ou pelo facto de terem sido produzidos apenas 420 modelos, respondendo também ao estilo de execução de Cisneros.

Para começar, Cisneros criou a sua técnica em torno daquilo que um pioneiro como Geezer Butler fez nos Black Sabbath. Usando os dedos e não palheta, atacando as cordas praticamente em cima do braço (daí os massivos revestimentos nos pickups). O músico californiano criou uma linguagem musical de acordes ou variações melódicas que fazem evocações de sonoridades mediterrânicas, seja nesse preciso ambiente dos OM ou no paredão de amplificação dos Sleep.

Extremamente limitado, como referido, o baixo é caríssimo (quase cinco mil paus). Por isso, os seus componentes são de elite. Há algumas alterações em relação aos 4003 de produção normal. A Rickenbacker e Cisneros começaram por redesenhar a tailpiece e a ponte, com saddles ajustáveis – algo que muitos fãs dos 4003 pediam que a marca fizesse há algum tempo.

O corpo possui um acabamento muito leve em óleo, praticamente indetectável. Foram usados dois pickups “hot-wound” de treble, ao contrário da configuração normal de um PU treble e um PU bass, que estão colocados um pouco mais afastados do braço (devido ao modo de tocar de Cisneros).

Depois há o pickguard autografado, knobs personalizados, os já referidos inlays – que estando presentes, normalmente, denunciam um baixo de saída stereo, mas neste caso é mono – e o apoio transparente do polegar. O baixo e a escala são em maple. Os afinadores são Schaller e o truss rod pode ser ajustado nas duas extremidades.

A partir daqui, trata-se de um 4003W normal. Corpo em walnut, a pesar uns 4kg, neck through body; escala de 33.25” com 20 trastes; dois controlos (volume e tone) para cada pickup, cujas coberturas podem ser removidas, e o botão de tone é um sistema push/pull, para evocar sons mais vintage, além do selector de três posições para os PUs.