Roland Verselab MV-1, Estúdio de Produção Musical Autónomo

Roland Verselab MV-1, Estúdio de Produção Musical Autónomo

Redacção

A Roland lançou o Verselab MV-1, descrito como um estúdio de produção “tudo-em-um”, uma vez que permite criar faixas completas sem a necessidade de envolver um computador, prometendo um fluxo de trabalho simples e rápido.

O MV-1 poderia quase ser descrito como uma estação de trabalho sem teclado, embora com uma reviravolta moderna: as vozes podem ser gravadas através do microfone incorporado ou ligando um microfone à entrada XLR (há uma opção de potência ‘phantom’) e os efeitos para voz incluem Auto-Pitch, Harmonizer e Doubler.

Para tocar, gravar e programar peças de bateria e outros instrumentos há um banco 4×4 de 16 pads e um sequenciador de passos TR-REC. Tem ainda mais de 3.000 sons Zen Core incorporados – com a opção de adicionar mais via Roland Cloud.

Há também MIDI I/O, pelo que, presumivelmente, também poderás ligar um teclado MIDI, se assim o desejares. Outras opções de conectividade incluem E/S Stereo de 1/4 de polegada, conectores duplos para auscultadores e uma entrada para cartão SD.

As opções para facilitar o processo de composição de canções incluem modelos, geradores de padrões e um fluxo de trabalho guiado, enquanto os efeitos de mistura e masterização são incluídos para que possas dar às tuas faixas um acabamento profissional. A integração com a aplicação Zenbeats da Roland também está a caminho.

O Verselab MV-1 pode ser alimentado por rede ou por bateria e estará disponível por cerca de 700€. Mais informações aqui.

EGITANA