Schecter Sean Yseult Cascket Bass

Timóteo Azevedo

A Schecter anunciou a disponibilização do baixo de assinatura de Sean Yseult, endorser de longa data e antiga baixista de White Zombie. O novo Sean Yseult Cascket Bass tem um formato de corpo inconfundível dos modelos originais da década de 1990, e também apresenta uma versão para esquerdinos.

O corpo em formato de caixão é esculpido de mogno, ao qual é acoplado um braço de três peças feito da mesma madeira. O bisel do corpo apresenta um acabamento prateado, e o resto do corpo um acabamento em preto. A escala em ébano ajuda a reforçar a tez escura do instrumento, a qual mede 34″ e tem 21 trastes de tamanho médio. As incrustações da escala são estrelas, com a marcação do 12º traste a apresentar o logótipo de Star & Dagger, um dos projectos mais recentes da baixista. A cabeça do instrumento também apresenta um desgin personalizado, e nela encontramos a assinatura de Sean Yseult.

A vibração das cordas é captada por um par de pickups activos EMG 35PA, cada um com um potenciómetro de volume. Nas ferragens cromadas encontramos as cravelhas Grover Bass MINI, uma ponte Schecter Custom String-Thru e uns adornos junto ao final da escala e da ponte.

No seu site oficial, Sean Yseult contou a história que levou à criação do modelo de assinatura. “Na altura em que os White Zombie estavam prontos para a digressão do ‘Astro-Crepp’, em 1994, o Mike da Schecter abordou-me sobre criar um baixo de assinatura para mim. Ele disse ‘Se alguma vez tiveste uma ideia maluca para um baixo, diz-me – Faço-o para ti!’ Bem, eu tinha uma ideia, uma que ainda não tinha sido feita antes – um caixão (Desculpem-me todos, mas isto foi muitas luas antes do Zakk Wylde apresentar o seu, por muito que goste do Zakk!).”

“Quem me conhece sabe que tenho coleccionado coisas mórbidas desde a infância”, acrescentou Yseult. “Também coleccionava velhas guitarras dos anos de 1960 e pensei que seria engraçado ter um baixo com formato de caixão. Ele construiu-me dois nos quais toquei constantemente durante a última digressão de White Zombie, e ainda os toco nos dias de hoje. O novo modelo é perfeito – o mesmo som pesado, o mesmo corpo leve e braço esguio – a Schecter conseguiu-o outra vez! Este é verdadeiramente um caixão hotrod até ao 13º grau!”

EGITANA

fender