Slate Digital Virtual Tape Machines

Timóteo Azevedo

A Slate Digital lançou um novo plug-in cujo objectivo é trazer para o mundo da produção musical digital o som proporcionado pela gravação analógica em fita magnética. O Virtual Tape Machines (VTM) foi criado para ser uma emulação exacta de duas máquinas de eras passadas, um gravador de 16 pistas para fita com 2″ e um deck de masterização de duas pistas para fita com ½”.

“Actualmente a gravação digital é o padrão para a produção musical profissional. Mas muitos engenheiros e músicos têm saudades dos dias da gravação analógica, e por uma boa razão. As máquinas de fita analógica têm um som”, afirma a Slate Digital. “Grande, encorpado, quente, profundo, rico e excitante são apenas alguns dos termos usados para descrever o som conseguido ao gravar num pedaço de fita magnética. Acima de tudo, a fita é mais musical.”

As emulações foram criadas a partir do funcionamento de uma Studer A827 para a máquina de 16 pistas para fita de 2″ (propriedade de Jay Baumgardner dos NRG Recording Studios) e uma Studer A80RC para o deck de masterização de duas pistas para fita de ½” (propriedade de Howie Weinberg). Para além da opção entre os dois tipos de máquina, o VTM permite escolher entre dois tipos de fita, duas velocidades de funcionamento – 15 ips ou 30 ips [inches per second, polegadas por segundo]; controlo de redução de ruído e mute automático; controlo sobre as variações sonoras provocadas pela interacção da fita com as bobinas e as cabeças (conhecidas como wow and flutter); controlo sobre o alinhamento de graves; definição do tape bias como baixo, normal e elevado; calibração de níveis; definição da resposta do medidor VU; agrupamento de faixas; definição dos controlos de forma global ou por pista individual e sincronização do arranque e paragem da bobina virtual com o transporte do DAW.

“As pessoas dizem sempre sobre os plug-ins que pretendem modelar equipamento analógico que ‘É bom, mas não é uma réplica verdadeira do equipamento original'”, declara Steven Slate, CEO da Slate Digital. “Mas em relação aos plug-ins da Slate, nós não paramos, nós não lançamos os plug-ins até que as pessoas não consigam distinguir o analógico do digital em testes cegos de audição. E foi isso que fizemos com o VTM, e creio que os resultados nas minhas misturas são inacreditáveis e penso que concordarão comigo na vossa própria música.”

O VTM está disponível tanto para Mac como Windows, mas necessita do sistema de protecção iLok2 para operar.

EGITANA