SUMMER NAMM 2021: Os 30 Anos de Screamadelica e Assinaturas de Cory Wong e J Mascis na Fender

SUMMER NAMM 2021: Os 30 Anos de Screamadelica e Assinaturas de Cory Wong e J Mascis na Fender

Nero

A par do anúncio da Jag-Stang de Kurt Cobain, a Fender apresentou ainda os modelos de assinatura de Cory Wong (Vulfpeck), J Mascis e ainda uma Stratocaster a celebrar o 30º aniversário desse discaço que é “Screamadelica”, dos Primal Scream.

Depois do cancelamento em 2020, a Summer NAMM está de regresso a Nashville já nos dia 15 a 17 de Julho de 2021. Com cautelas e um rígido plano de segurança, mas num formato bastante próximo do tradicional, aberto ao público. Nesse sentido, as marcas estão aproveitar para revelar os retoques ao seu catálogo anual.

A par do anúncio da Jag-Stang de Kurt Cobain, a Fender apresentou ainda os modelos de assinatura de Cory Wong (Vulfpeck), J Mascis e ainda uma Stratocaster a celebrar o 30º aniversário desse discaço que é “Screamadelica”, dos Primal Scream. O press release vem acompanhado de uma declaração da marca, onde se lê: «Ao iniciarmoso regresso ao desconfinamento e ao olharmos em frente para uma época de Outono e férias repleta de música, estamos a fazer tudo o que podemos para fornecer aos revendedores produtos que irão manter tanto os novos músicos pandémicos como os guitarristas ávidos a dedilhar ao longo de 2021 e daí em diante. Os nossos revendedores gravitaram para a nossa experiência imersiva de revendedores online no último ano e estamos orgulhosos de ver como a plataforma tem crescido e ligado a rede. Apoiar os nossos revendedores é a nossa prioridade número um».

Este comunicado revela a preocupação da marca em fazer com que a sua linha de produção e o seu stock acompanham a demanda por novos instrumentos, algo que não tem sido uma tarefa fácil, devido ao boom de vendas que sucedeu, principalmente, nos modelos de gamas de “entrada”. Justin Norvell, da Fender, acrescentou: «As necessidades dos actuais criadores e guitarristas estão em constante evolução, especialmente com o aumento das gravações em casa e com o boom dos novos músicos da pandemia. Para satisfazer esta nova procura, tecemos novas especificações e elementos nestes instrumentos inovadores, introduzindo produtos que irão facilitar a experiência de tocar e inspirar jovens, novos músicos, mas também profissionais e fãs de alguns dos nossos mais estimados artistas Fender».

Dito isto, é hora de olhar com maior atenção para estes novos modelos de assinatura de 2021, recordando que sobre a Jag-Stang de Cobain, podem ler no artigo específico que escrevemos anteriormente.

A Cory Wong Stratocaster surge um acabamento acetinado transparente Sapphire Blue, recriando o aspecto da própria guitarra de Wong. Há um corpo de alder ligeiramente compactado, bem como braço maple num moderno perfil “D”. A escala é uma peça rosewood com as extremidades atenuadas e possui um raio composto de 10-14″. Há um conjunto de pickups Seymour Duncan Cory Wong Clean Machine para sons clássicos Strat, juntamente com sistema push-pull no segundo controlo de tone que faz bypass ao switch de cinco vias para a tradicional quarta posição do circuito.

Uma beleza esta assinatura do guru dos Dinosaur Jr. Uma Telecaster num azul brilhante, com pickguard espelhado, esta guitarra é uma recriação da Tele 1958 top-loader de J Mascis – a guitarra que mais usou a meio da década de 90. A electrónica inclui pickups custom, os J Mascis Telecaster. O braço é em maple, com acabamento Road Worn. A ponte é, naturalmente, um design top-loader (encordoamento fixo no tampo).

Por fim, a Stratocaster que homenageia o álbum axiomático dos Primal Scream possui o grafismo de “Screamadelica” sobre o corpo. O braço em maple possui um moderno perfil “C” com a escala em pau-ferro num raio de 9.5” percorrida por trastes médio-jumbo. Deverá chegar ao mercado em Novembro de 2021 e em quantidades bastante limitadas.

Mais detalhes e preços na Fender.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA