Wylde Guitars, Tributo a Heróis

Wylde Guitars, Tributo a Heróis

Nero

Zakk Wylde partilhou o protagonismo com Ozzy Osbourne na Altice Arena. As suas guitarras foram outras protagonistas, num desfile que homenageou os heróis do shredder.

Grandes guitarristas acabam, mais cedo ou mais tarde, por tornar determinadas guitarras lendárias. O senhor Jeffrey Phillip Wielandt não foge a esta regra de que os grandes personagens da mitologia possuem armas mágicas. Se Zakk Wylde conta como nenhum outro guitarrista com vários modelos de assinatura e características diferentes, as suas guitarras verdadeiramente marcantes são 3: The Rebel, The Grail e The Glory. No entanto, Zakk Wylde deu o passo seguinte, à imagem de Eddie Van Halen, por exemplo.

Foi uma das notícias dos ecos do NAMM 2015 a gerar maior expectativa: Zakk Wylde ia estrear a sua própria marca de guitarras, amps e acessórios. Um dos endorsers mais famosos da Gibson e da Marshall anunciava a Wylde Audio. Foi no ano seguinte apenas que surgiram, oficialmente as novas guitarras. Após um ano de rodagem na estrada, com os Black Label Society, Wylde afirmava uma parceria de distribuição e produção com a Schecter Guitars. Foi na NAMM 2016 que estrearam os modelos “Odin”, “War Hammer” e “Viking”. Já no ano seguinte, a AS esteve presente na NAMM, em Anaheim, na Califórnia, e viu a estreia das novas Odin Grail Bullseye.

No recente concerto de Lisboa, com Ozzy OsbourneZakk Wylde aproveitou para homenagear os colossos que o inspiram através dos próprios modelos de guitarras Wylde Audio ou Wylde Guitars. Eis os modelos de guitarras que usou e suas características principais…

Zakk Wylde Odin Grail

ODIN GRAIL

No primeiro tema, “Bark At The moon” e depois em “No More Tears”, Wylde recorreu ao modelo que se inspira directamente nos modelos Les Paul que tornou célebres com Ozzy. Aliás, a primeira Les Paul Custom que o guitarrista teve é a sua guitarra preferida e à qual o música chama “Grail”. Pois bem, a Wylde Audio Odin Grail é um modelo Les Paul, com o heel e o headstock com diferenças de design – principalmente o heel que é mais saliente nestes modelos. De resto, é um corpo set-neck Les Paul em mogno, como manda a tradição, com tampo em maple e ponte fixa TonePros LPM04. O braço,com perfil Zakk “C”, é também de maple (três peças), com escala em ébano de 24.625″ e 22 trastes X-Jumbo. Os PUs são o conjunto de humbuckers EMG 81/85, na ponte e braço respectivamente, que Zakk sempre usou. Outras características em destaque são os afinadores Grover Rotomatic 18:1 e o nut Graph Tech Ivory TUSQ.

 

Zakk Wylde Viking

VIKING

A guitarra que homenageia a Flying V Custom de Randy Rhoads, construída pelo luthier californiano Karl Sandoval e que daria origem, mais tarde aos modelos da Jackson com a assinatura de Randy. É um corpo set-neck em mogno, com tampo em maple. A ponte é TonePros T3BP TOM com V Tailpiece (também existe um modelo com Floyd Rose). De resto, braço, escala, pickups e hardware partilham as mesmas especificações principais dos modelos Odin Grail. Foi com esta guitarra que Wylde tocou “Mr. Crowley”, embora Randy rhoads também usasse uma Les Paul amiúde.

 

Zakk Wylde Barbarian

 

BARBARIAN

Quando chegou o primeiro momento dedicado a Black Sabbath no concerto de Lisboa, através de “Fairies Wear Boots”, Zakk Wylde aproveitou para revelar a sua homenagem a Tony Iommi. O guitarrista britânico celebrizou as Gibson SG e a Barbarian é inspirada nesse design. Uma vez mais, à parte do formato do corpo, a guitarra partilha as principais características dos dois modelos anteriores, usando mogno e tampo em maple. A ponte é fixa, tal como a Odin, uma TonePros LPM04. Fiel às especificações do guitarrista que as concebeu, braço, hardware e pickups partilham todas as configurações das Wylde Guitars.

 

Zakk Wylde War Hammer

WAR HAMMER

Foi a partir de “Road To Nowhere” que Zakk Wylde pegou na guitarra que fez a maior parte da setlist e se inspira nos modelos Dime ML, da Dean, de Dimebag Darrell, o famigerado guitarrista dos Pantera e amigo próximo de Wylde. Ainda que o double cutaway acabe por ser mais próximo da Barbarian e consequentemente dos modelos SG, a parte inferior do corpo é claramente uma emulação das guitarras de Dimebag. As especificações de madeiras do corpo são iguais às dos modelos Viking. O mesmo sucede com a ponte, existindo modelos com Floyd Rose (que Zakk não usa). Também as especificações de braço, escala, hardware e pickups são o padrão de produção da marca, referido na descrição dos modelos anteriores.

Naturalmente, as guitarras usadas pelo próprio Zakk possuem componentes de elite e são modelos Custom. As Wylde Guitars são modelos fabricados na Coreia do Sul, à boa maneira das shred guitars nos anos 80 e 90. Da mesma forma, também “suspeitamos” que as guitarras obedecem a métodos de construção diferentes dos sugeridos no vídeo em baixo (disparem o player). Mais informação sobre os vários modelos na Schecter/Wylde Audio.

EGITANA