7

André Antunes

Friends

N/A, 2014-12-16

EM LOOP
  • Copy Paste
  • Friends
  • Take Me Down
  • Tell Me Why
Nero

Ainda não me bateu ao que me faz lembrar o riff que abre o disco. Mas é bem aberto e harmonicamente grandalhão. Bem grandalhão e depois entra numa funkiness dançante. “Friends” é um disco dum miúdo carregado de energia criativa nos dedos e a fazer uma fusão cheia de swing entre o universo dos guitar heroes e o rock contemporâneo de Arctic Monkeys, Foo Fighters ou Franz Ferdinand. Shred com atitude brit pop rock? Yes, please.

Este “Friends” faz amizade com 5 décadas de guitarra eléctrica. E a amizade é uma coisa bonita.

Produção sonora exuberante, balanço rítmico e ainda um bónus não tão comum no rock português, uma voz bem colocada, energética, com atitude na frente da mistura. Bom, todos os elementos estão na frente da mistura, mas sem compressão, com espaço dinâmico. Que disquinho redondo! Ainda só vamos no terceiro tema… Entra o riffalhão de “Take Me Down”, caraças!

O sentimento de regozijo, malha atrás de malha, vai-se repetindo, embora a segunda metade do álbum se perca um pouco em baladas. Sim, seria mais explosivo se mais homogéneo. Mas admito, baladas não me levam. 9 malhinhas e este álbum era nota máxima.