9

André Fernandes

Dream Keeper

Edition Records, 2016-02-12

EM LOOP
  • Chifre
  • Snakes And Lizards
  • Anti Hero
  • Dream Keeper
Nero

Uma vez mais gravado nos Timbuktu Studios (num trabalho de Luís Delgado), com André Fernandes a tornar a chamar a si a responsabilidade de produção e pós produção, “Dream Keeper” é, simultaneamente, a primeira edição verdadeiramente internacional do mago português da guitarra e o seu álbum mais maduro. André Fernandes voa com a guitarra sobre um quarteto vibrante, composto pelos pianos de Alexi Tuomarila (exuberante em “Rabbit Hole” e “Anti Hero”), os saxofones e flautas de Perico Sambeat, a batida de Iago Fernandez e o cúmplice baixo de Demian Cabaud.

“Chifre”, com as dobragens de guitarra, clarinete (Paulo Gaspar) e saxofone, abre de forma arrasadora um disco extremamente conciso e musicalmente objectivo. E se o início nos dá uma ideia “Methenyesca”, em “Snakes And Lizzards” já nos descobrimos imersos em fusões rítmicas latinas e ante um sentido rocker bem “Chick Coreano”, com cruzamento de riffs e uma crescente complexidade até um final que parece servir de interlúdio à soberba “Anti-Hero”.

“Abarat” e “Dream Keeper” (esta uma composição de Sambeat) revelam bem a capacidade de Fernandes em pegar em ideias simples e desenvolver-lhes uma linguagem jazz aberta a todos. Aliás, este último tema poderia figurar em qualquer álbum krautrock de respeito. E se neste álbum, o compositor até abdicou da presença vocal que faz do anterior “Wonder Wheel” um trabalho de beleza sublime, no final o resultado é o mesmo, “Dream Keeper” é um dos melhores álbuns para as listas de 2016.