7

Beach House

Thank Your Lucky Stars

Bella Union, 2015-10-16

EM LOOP
  • One Thing
  • Elegy To The Void
  • Somewhere Tonight
Hugo Tomé

Lançar dois discos em menos de dois meses não só parece coisa do passado, como torna os Beach House, muito provavelmente, a máquina musical mais activa e prolífera do ano. E se alguém pensar que, por tão curto espaço de tempo entre edições (para não falar no cruzamento de sessões de estúdio), “Depression Cherry” e o mais recente “Thank Your Lucky Stars” são como gémeos separados à nascença, a verdade é que, deitando fora velhos hábitos, as diferenças são evidentes.

Deixa no ouvido uma constante leveza, uma particular beleza… A reconhecida beleza dos Beach House.

Para começar, “Thank Your Lucky Stars” é gentil, tranquilo e abrangente. “Depression Cherry” também, mas é assumidamente mais negro. Entre o aspecto emotivo e sentimental, por onde normalmente ressaltam os tecidos sonoros dos Beach House, “Thank Your Lucky Stars” é, como parece que não podia deixar de ser, íntimo e natural. Na propagação de guitarras e teclados, é sonhador. Na voz, como sempre, projecta o maior esplendor. Deixa no ouvido uma constante leveza, uma particular beleza… A reconhecida beleza dos Beach House.

Uma surpresa chamada “Thank Your Lucky Stars”.