8

DreadFire

Face the Storm

N/A

Ines barrau

Renascidos das cinzas dos Platinum, os DreadFire são mais um belo exemplo da boa música que se faz no nosso país. Neste momento apenas os podemos apreciar em formato de curta-duração (EP), mas espero que logo saia um trabalho composto por mais temas deste quinteto lisboeta.

A sua sonoridade anda entre o thrash e o groove metal – bem revivalista e extremamente bem praticada – e poderá mesmo surpreender algumas pessoas mais desatentas. Este “Face The Storm”, se for acarinhado na sua totalidade, tem mesmo potencialidades de exportação para o resto da Europa e outras partes do globo. Dividido em 5 temas, este registo apresenta uma produção bastante coesa, salientando os arranjos e a mistura dos instrumentos, num bolo que nunca chega a soar a confuso, muito pelo contrário.

A atmosférica “Revelation”, com um coro pujante, de elevar aos céus, abre as hostes para o tema homónimo, na minha opinião o momento superior deste trabalho (não só pela construção rítmica e vocal, mas também pela sua capacidade de se distanciar de temas vulgarizados dentro do estilo praticado). Por entre deambulações guturais e riffs energéticos ,”The New Ground” dita a lei das guitarradas; um tema com uma pequena introdução semi-acústica e um tanto ou quanto progressivo conduz a um refrão em que a voz destila agressividade de forma inteligente, tornando-se no refrão mais coeso, sendo mesmo uma contribuição chave para a música.

Este EP de estreia, como referido, sabe a pouco, mas explora muito bem e gota a gota todo o suor que o grupo tem para ser capaz de tornar crentes os mais cépticos, demostrando que os DreadFire tem como objectivo perpectuar-se na cena underground lusitana e não só.

Queres tirar as tuas própias conclusões? Muito bem, descarrega gratuitamente o “Face The Storm” aqui, e deixa-nos a tua opinião: http://www.mediafire.com/?w6rcbdg2mt6inhj