A liturgia negra dos Electric Wizard

A liturgia negra dos Electric Wizard

2014-09-12, Reverence, Valada
Nero
8
  • 8
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10

Mais alto. Mais sujo. Mais lento. Mais PESADO.

Uma das melhores coisas no concerto de Electric Wizard foi alguns dos temas terem sido executados com um decréscimo considerável de beats per minute, em relação às versões de estúdio. A lentidão de “Supercoven”, logo a abrir o set foi excruciante. Também os temas de “Witchcult Today”, a faixa título ou “The Chosen Few”, receberam esse tratamento. Foi portanto mais lento, ou seja, MAIS PESADO.

A incessante demanda de Jus Oborn, precisamente por mais peso, fez com que o guitarrista, quase sozinho, ressuscitasse o fuzz. Contudo, nos primeiros momentos do concerto, o stack Marshall (um Plexi, pois claro) de Oborn, essa sede insaciável de volume secava tudo ao seu redor. E a sujidade atingia níveis de demência na estridência dos solos do guitarrista. Foi o momento do PA suar, de ser puxado ao limite e de mostrar algo que se tornou evidente ao longo de todo o festival, o som do Palco Reverence foi uma chapada a produções com muito mais meios e atenção dos media.

A incessante demanda de Jus Oborn, precisamente por mais peso, fez com que o guitarrista, quase sozinho, ressuscitasse o fuzz.

As estreias de “Time To Die”, será editado dia 29 de Setembro, permitiram estabelecer melhor os equilíbrios sónicos do quarteto, como um ensaio para a liturgia negra que é vomitada com escárnio por Oborn. Lentamente, a batida bárbara de Simon Poole começou a sobressair e a tornar mais ritualista o concerto. Poole conseguiu deixar prova de que a saída de Mark Greening detrás do drumkit não irá provocar um vazio, mas uma possível revitalização.

Num concerto em crescendo, a profanação, amplificada num volume extremo, ascendeu ao seu zénite nos clássicos monstruosos “Funeralopolis” ou “Dopethrone”, peças assinadas no álbum de 2000, o “Master Of Reality” do segundo milénio.

SETLIST

  • Supercoven
  • Witchcult Today
  • Dopethrone
  • The Chosen Few
  • Funeralopolis
  • Nota: informação incompleta por fragmentação de memória.