Foals, concerto old school

Foals, concerto old school

2014-07-19, Herdade do Cabeço da Flauta, Meco
Nero
8
  • 8
  • 7
  • 8
  • 9

A banda de Oxford redimiu-se em grande estilo do concerto algo apagado na sua última visita.

Yannis Phillipakis surgiu com uma disposição e saúde bem diferentes daquelas que apresentara no Coliseu, em Outubro. É pura especulação, mas ficou a ideia de que a banda veio ao SBSR para limpar a última imagem que deixara em Portugal, a de uma banda algo “desgovernada” e sem a força que é unanimemente reconhecida às suas actuações.

Desde “Balloons” e “My Number”, o público parecia estar também ciente da dívida que os ingleses tinham consigo. Do palco vieram todos os truques do rock: esticar os temas com jams, dotá-los de mais peso sonoro que no disco e de mais velocidade, iluminação exuberante. Philippakis também seguiu o “livro”, com descidas ao meio da multidão, crowd surfing com solos de guitarra (e que guitarrão é aquele modelo Travis Bean) na mão, crowd surfing sem guitarra – sempre super vigiado, com segurança apertada, o que retira algo da espontaneidade ao acto, é certo.

Crescendos ponderados e sustentados até ao limite da tensão sonora soaram como nuvens melódicas

Com a banda muito mais coesa do que havia sucedido em Outubro passado, todos os truques resultaram em pleno. E os temas mais atmosféricos, principalmente estes, como “Spanish Sahara” ou o deslumbrante “Late Night”, soaram como nuvens melódicas sobre a Herdade do Cabeço da Flauta. Crescendos ponderados e sustentados até ao limite da tensão sonora. Contudo, um estado de euforia começou também a apoderar-se da banda e no final, sob o som de “Inhaler” e “Hummer”, esse estado parecia estar a perturbar a concentração necessária à matemática das estruturas dos Foals, especialmente em “Hummer”. Nada que ferisse o excelente concerto, mas que deixa uma sensação de que a banda ainda está no seu processo de amadurecimento.

Para o final, claro, “Two Steps, Twice”. Com o músculo que a banda passou a dotar o seu som, a partir de “Inhaler”, este tema soa como os The Cure enamorados pelos Tool. Ainda existem casamentos funcionais.

SETLIST

  • Prelude
    Balloons
    My Number
    Olympic Airways
    Milk & Black Spiders
    Providence
    Spanish Sahara
    Red Socks Pugie
    Late Night
    Inhaler
    Hummer
    Two Steps, Twice