10

Grails

Deep Politics

Temporary Residence Limited, 2011-03-08

Nero

O que faz dos Grails a grande banda que são é que, numa década de existência, já experimentaram mais ideias e assumiram mais riscos que a maioria das bandas fará em toda a carreira.

Ainda assim, mesmo antecipando algumas novas formas de abordagem na sonoridade através do acompanhamento do processo de promoção do disco, “Deep Politics” é um disco que é quase radical com a anterior sonoridade deste projecto de Portland. Logo no sentido espiritual da sua música que aqui é muito mais urbano, uma banda sonora citadina em vez dum sentido ascético que pautava um disco como o anterior “Doomsdayer’s Holliday”, por exemplo.

Como é dito na entrevista, há uma predominância maior de teclados e de cordas, estas com a colaboração nos arranjos por Timb Harris [Secret Chiefs 3], e isso dota também a sonoridade duma certa melancolia nesta nova proposta da banda – um reflexo, talvez, de um olhar sobre os centros urbanos desta era – um sentido de solidão no meio de multidões cosmopólitas que são aqui representadas pela diversidade de instrumentos, de vibrações e linguagens musicais diversas. Essa estética é marcada por outro aspecto significativo: este é o álbum mais electrificado dos Grails. Ainda assim há espaço para surgir conjugação com aquilo que se possa entender como uma sonoridade tradicional da banda, temas como “I Led Three Lives” ou “Deep Snow” são exemplares nesse aspecto [que malhas, grande pedra!].

Portanto, todas estas alterações não removem um pedaço que seja de qualidade ou de personalidade aos Grails, mais uma vez é um álbum bem maduro, talvez até com um trabalho maior de estruturação musical, se pensarmos nas formas dos primeiros discos muito mais instintivas qe planeadas. “Almost Grew My Air” soa-me como uma homenagem à herança dos Pink Floyd, uma banda que sempre senti como catalizadora ou congregadora deste tipo de sonoridades, mas que por algum motivo sempre esteve mais à margem do som dos Grails.

Em resumo e de uma forma muito simples, “Deep Politics” é mais um grande disco de uma das melhores bandas deste início de milénio.