O Último Capítulo de Men Eater

O Último Capítulo de Men Eater

2016-06-03, Stairway Club, Cascais
Nero
8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 10

E se os Men Eater levam o peito cheio de nós, este último concerto fez-nos levar o peito cheio deles.

Não será exactamente uma sensação funérea, mas há estranheza em estar num concerto proclamado com o acto final de uma banda. Começando pelo final de “Hellstone”, com o cruzamento acústico/eléctrico de “Redsky”, os Men Eater despediram-se no Stairway Club, com sala esgotada. Mike Ghost inquire-se perante a multidão, «Vieram para ver se isto acabava mesmo…», confirmando que João, o baixista, vai emigrar e que o line-up do álbum de estreia deixará de poder tocar junto.

Com as emoções à flor da pele e sem a rodagem e a agressividade de uma década atrás, a banda não conseguiu soar tão sólida nas jardas como “Drivedead” ou “Upon These Walls”, por exemplo, como naqueles tempos de “Hellstone” ou nos do EP, com “For A Life Massacre”. Os temas de “Vendaval” também se ouviram algo descaracterizados no seu balanço, principalmente pelas diferenças entre as mãos ao comando do drumkit no álbum e neste concerto – “First Season” ou “Heartbeating Locomotiva”, por exemplo, estiveram algo desprovidas daquele “bagaço” tipo Entombed.

Contudo, em temas como o que dá título ao primeiro LP, “Redsky” ou no hino “Lisboa” (supostamente, a última canção que a banda tocou ao vivo), nos temas com uma atmosfera mais melancólica, no fundo, a banda conseguiu sobrecarregar esse sentimento e esbanjar predicados que vão deixar saudade. De resto, é injusto avaliar a prestação do músicos num concerto, notoriamente, tão emocional. Não se tratou sequer de um concerto propriamente dito, mas de uma celebração entre os músicos, que abriram as portas a quem a quis ver.

E se os Men Eater levam o peito cheio de nós, esta noite no Stairway Club fez-nos levar o peito cheio deles.

P.S.: The Quartet Of Woah deram um concerto que foi um bagaço! Lutando contra vários imprevistos e um bombo teimando em manter-se fixo, deram uma lição de rock ao mesmo tempo que, com os teclados bem carregados soaram a John Lord como nunca! Já está mais que na altura de álbum novo…

SETLIST

  • Redsky
  • Drivedead
  • Hellstone
  • Upon These Walls
  • First Season
  • Reminder
  • Revolver
  • Windyhorse
  • For A Life Massacre
  • Heartbeating Locomotiva
  • Black
  • You Mean The Thrash To Me
  • Lisboa