Neurosis, Um Sol Perpétuo

Neurosis, Um Sol Perpétuo

2016-08-21, Hard Club, Porto
Nero
10
  • 10
  • 9
  • 10
  • 10

A banda celebrou três décadas de carreira no Amplifest 2016, num concerto poderoso, triunfal e com um som arrasador.

Nada do que soubéssemos por antecipação nos podia ter preparado para a dimensão “gargantuesca” do concerto de Neurosis no Amplifest, naquele que foi, possivelmente, o ponto mais alto da história do festival. Especialmente porque a banda soou com um tamanho sonoro de poder incomparável ao que está registado na sua discografia.

Os Neurosis conseguiram uma actuação tão cerebral quanto passional

Com os rigs listados pela Arte Sonora em palco, embora Steve Von Till tenha usado preferencialmente um modelo tipo Telecaster, também da Warmoth, o som da sala 1 do Hard Club tornou-se num dos melhores que já ouvimos em oito anos de revista e reportagens ao vivo.

Com uma setlist a ilustrar sucintamente as três décadas de carreira, o concerto, passe o cliché, passou a correr. Demolidor, arrasador, perfeito, desde o início com a evocação de “Times Of Grace” ao final sob um épico sol “que não se põe”, através do tema “Stones From The Sky”. Perfeito pela tradução musical de brutalidade e desespero, sentimentos avassaladores, principalmente nos momentos em que Dave Edwardson emprestava o seu poder vocal aos temas.

Os Neurosis foram capaz de disfarçar alguns condicionalismos, tão naturais como a perda de pujança derivada da idade (algo mais notório, quiçá, em Jason Roeder) , através de uma actuação tão cerebral quanto passional, como a ferocidade da actuação de Noah Landis tão bem exemplificou. E depois, a banda esteve sublime naquele que é um dos seus maiores predicados: na forma como consegue sustentar momentos de tensão, dando-lhes uma ilusão de perpetuação.

No final, com um concerto gravado na memória com o fogo de válvulas, a estreia da banda em Portugal, perante uma sala esgotada, compensou largamente uma espera tão longa.

Fotos | Pedro Roque

SETLIST

  • Times of Grace
  • Given to the Rising
  • Bending Light
  • Lost
  • Locust Star
  • Broken Ground
  • Takeahnase
  • At the Well
  • Stones from the Sky