7

The Maccabees

Marks To Prove It

Caroline International Portugal, 2015-07-31

EM LOOP
  • Silence
  • Slow Sun
  • Dawn Chorus
Hugo Tomé

Usar e abusar da repetição, nem sempre é a melhor opção (sinceramente, só os Ramones se safaram sempre assim). Então se o assunto estiver directamente relacionado com a fornada de indie rock que invadiu a primeira década do novo milénio, levando o género ao estado mais aproximado da exaustão, o melhor é mesmo mudar. A pouco e pouco é o que fazem os The Maccabees.

Uma abordagem mais plácida e emotiva, com espaço para a expansão de teclados e vocalizações.

Cada vez mais longe da definição e execução da estreia “Colour It In”, este “Marks To Prove It” não é um disco tão interessante como o anterior “Given To The Wild”, no entanto, também não é tão desinteressante como o segundo “Wall Off Arms”. Íntimo e retraído, passa mais de metade do tempo onde resulta melhor – no equilíbrio e reflexão de “Silence”, “Slow Sun” e “Dawn Chorus”. Os maiores exemplos de uma abordagem mais plácida e emotiva, menos irreverente e aguerrida, com espaço para a expansão de teclados e vocalizações no interior de um disco amadurecido nas canções.

Entre o bom, o mau e o assim-assim. Estes são os novos The Maccabees.